- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Vereadores inspecionam fábrica que solicita terreno em Três Lagoas

Os vereadores Nilo Candido e Apóstolo Ivanildo, integrantes da Comissão de Finanças e Orçamento e de Desenvolvimento Econômico, visitaram, na última quinta-feira (2), a sede da indústria Transcofer, empresa que pleiteia a cessão de um terreno em Três Lagoas para a implantação de fábrica de telhas metálicas. A visita teve o objetivo de conhecer a estrutura física e funcionamento da indústria, antes de levar o projeto de cessão da área para votação.

Implantada em Ribeirão Preto, desde 2004, com filial em Araçatuba, a empresa tem objetivo de investir R$ 12 milhões para a construção da nova unidade, ampliando inclusive o leque de produtos. Segundo o projeto de cessão de área apresentado pela prefeitura, para apreciação da Câmara, serão construídos cerca de m² e gerados até 60 empregos diretos, mais xx indiretos, em todas as fases de implantação.

A empresa produz telhas e estruturas metálicas a partir de folhas de aço, telhas trapézio 40, ondulada em materiais galvalume, galvanizado, pré-pintado e ainda conformação de chapas de pequena a alta espessura, no corte e na dobra, por meio de oxicorte e corte por plasma.

Além disso, a empresa fabrica maquinários para processamento de lixo reciclável e atua com coleta, armazenamento, seleção e comércio de sucatas de alto valor, sobretudo resíduos metálicos gerados por sucata de obsolescência (pelo fim da vida útil dos materiais) ou por sucata de processo, aquela que é gerada de forma não intencional nos processos industriais, como as sobras de aço, após o corte, como acontece na própria fabricação de telhas e peças.

A vinda para Três Lagoas, na visão do proprietário, João Brisotti, visa expandir o mercado e aproveitar a oferta de matéria-prima local, devido à presença da siderúrgica Sitrel. Segundo ele, o objetivo é a expansão no mercado regional e a solidificação da empresa no mercado siderúrgico, trazendo novos produtos e oportunidades para a região de Mato Grosso do Sul. Atualmente, o grupo já atua com compra de resíduos em Aparecida do Taboado.

Além das telhas simples que já produz em seu barracão, em Ribeirão Preto, a Transcofer pretende iniciar a fabricação de telhas termoacústicas (folhas de metal recheadas com isopor) e com pintura eletrostática, caso venha a se instalar em Três Lagoas. Para conhecer como seria este sistema, os vereadores visitaram também a fábrica Aço Riber.

Os parlamentares ainda visitaram duas plantas de processamento de entulho de obras, instaladas em Ribeirão Preto, com equipamentos fabricados pela Transcofer. As máquinas, nomeadas como Fênix, têm tecnologia desenvolvida pela Transcofer. A Fênix recebe o entulho das caçambas e, com auxílio de funcionários, são separados restos de madeira, metais e outros materiais, ficando apenas o material de alvenaria. Ao longo do processo, o equipamento promove a separação do material por tamanho de granulação, resultando em novos compostos – desde areia fina até brita grossa – que podem ser reutilizados em concreto não estrutural, tijolos, blocos e pisos intertravados, por exemplo.

De acordo com o vereador Apóstolo Ivanildo, a visita técnica é a oportunidade de os vereadores avaliarem o know-how da empresa que pede área ou isenção de impostos, sua estrutura física e indícios de idoneidade. “A empresa demonstrou interesse em investir em Três Lagoas, vendo o potencial da região para seus produtos, e sua vinda vai gerar empregos e renda, trará divisas para nossa cidade. Avalio que atende às expectativas”, afirmou.

O vereador Nilo Candido fez questão de frisar ao empresário que a inspeção tem ainda a intenção de esclarecer que a cidade não pode ceder área para quem não cumpre prazos e os dispositivos da lei de incentivos. No caso de os vereadores aprovarem a cessão do terreno, a empresa terá 90 dias para iniciar as obras e 18 meses para concluí-la.

 

Imprensa CMTLS