- Destaque - Destaque Principal Política

Três-lagoenses estão na lista dos 81 funcionários da educação que serão convocados

Durante a assinatura de sanção da lei sobre o piso salarial dos professores, nesta segunda-feira (13), o governador Reinaldo Azambuja assinou o decreto para convocar 81 funcionários para atuarem nas escolas de Campo Grande e cidades do interior de MS.

Foram sancionadas duas leis que garantem conquistas aos trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul. A primeira dispõe sobre o reajuste salarial e a jornada de planejamento (hora/atividade) dos professores e segunda define a eleição dos diretores das escolas estaduais.

Depois de sancionar as leis, Reinaldo assinou decreto que nomeia 81 novos servidores administrativos para trabalharem nas cidades de Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bonito, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Itaquiraí, Ladário, Maracaju, Nova Andradina, Ponta Porã, Rio Verde de Mato Grosso e Três Lagoas. Os novos servidores vão atuar nos cargos de agente de limpeza, agente de merenda, técnico de biblioteca e assistentes de atividades educacionais.

A sanção da lei do piso foi comemorada pelo presidente da Federação dos Trabalhadores em Educação do Estado (Fetems), Roberto Botareli, que afirmou que “a valorização que temos buscado, em Mato Grosso do Sul é real”.

De acordo com a assessoria do governo estadual, a lei do reajuste salarial integraliza o piso nacional profissional para os profissionais do magistério em Mato Grosso do Sul até o ano de 2021. O valor do salário é fixado pelo Ministério da Educação (MEC). “Mato Grosso do Sul é o único estado do Brasil a atingir o piso nacional. Hoje, o Estado já paga 69% do valor do piso nacional”, destacou Botareli.

Segundo ele, os professores da Rede Estadual de Ensino (REE) passam a ter dois reajustes salariais por ano, um em outubro (integralização do piso nacional) e outro em janeiro (reajuste anual). “Temos uma das melhores remunerações. Agora, fica nosso compromisso na questão da melhora da qualidade da escola pública”, falou.

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, as novas leis da Educação atendem reivindicações da própria categoria. “Só foi possível por causa de um diálogo maduro e responsável. O governo se organizou, se planejou e hoje pratica a valorização da Educação em Mato Grosso do Sul”, opinou.

Sanção

A assinatura de aprovação das leis aconteceu na sala de reuniões do gabinete do governador. O evento contou com a presença dos secretários de Educação, Maria Cecília Amêndola da Mota, e de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, além da diretora da Fetems.

Governador Reinaldo Azambuja sanciona Lei do piso salarial de professores, juntamente com diretoria da Fetems

Por: Da Redação / foto Divulgação