- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

“Três Lagoas – Capital das Oportunidades” deve fortalecer a cadeia produtiva da região

O programa foi estudado como uma medida proativa frente aos possíveis efeitos da crise econômica
“Se trata de atender o mercado local inclusive propiciando um cenário de negócios favorável também para o empreendedor
André Milton

A Prefeitura de Três Lagoas por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico apresentou na quinta-feira (25), para imprensa local, o programa “Três Lagoas – Capital das Oportunidades”. O objetivo do projeto é mostrar o Município aos empreendedores de diversas localidades do país, colocando em destaque sua capacidade de investimento com base em seus potenciais logísticos, hídricos, energéticos e geoeconômicos.  Deste modo, também assegurar a infraestrutura municipal e o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico como agente facilitador.O programa foi estudado como uma medida proativa frente aos possíveis efeitos da crise econômica nacional e internacional, já que os mercados como China, Rússia e Europa se colocam em retração em 2016. De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Econômico, André Milton, na ocasião também representando a prefeita Marcia Moura (PMDB), levando em consideração que mesmo diante da crise, Três Lagoas mantém seu desenvolvimento em função do seu forte Parque industrial, o objetivo será dar maior aporte a essas indústrias trazendo para o Município serviços que podem ser de tanto de cunho industrial como comercial para atender demandas ainda não assistidas na Cidade. “Desta forma podemos fortalecer a cadeia produtiva. Não se trata de trazer empresas aleatoriamente, mas de atender o mercado local inclusive propiciando um cenário de negócios favorável também para o empreendedor local”, explicou.

André Milton ressaltou ainda, que o programa segue uma lógica própria e que desta forma carrega inclusive uma logomarca com uma engrenagem três círculos representando as lagoas e uma gota para referenciar seu vasto recurso hídrico.

Para o geógrafo da Secretaria, o Me. e doutorando Cristovam Henrique, é necessário ressaltar que o Estado se beneficia dos commodities agrícolas, na qual a celulose é uma delas e Três Lagoa vitrine mundial. “Estamos na elite do mercado global dentre os commodities e desta forma, embora a política econômica esteja desfavorável de um lado, por outro, com o câmbio do dólar, há uma grande valorização na exportação desses produtos. Pensando nesse contexto, é necessário ver nas crises oportunidades, então o objetivo é buscar novas cadeias que nos fortaleçam”, explicou.
O diretor de Indústria e Comércio Diógenes Marques explicou que diariamente a secretaria recebe diversos investidores interessados no Município. Entretanto, o programa visa entrar em cadeias fortes que ainda não se apresentaram, mostrando as oportunidades de hoje e futuramente no Município. “Essa busca é prevendo o fortalecimento do mercado interno. É importante mostrar aos empreendedores que Três Lagoas é um Município que capacita não apenas sua mão de obra como os prestadores de serviços. Temos programas e parcerias solidadas para essa finalidade, junto ao ‘Sistema S’”, orienta.

WORKSHOPS

Diante desse contexto, a secretaria promoverá workshops de desenvolvimento industrial focando a projeção de Três Lagoas em novos mercados, levando em consideração que atualmente possui mão de obra qualificada, parque industrial consolidado, dentre outros fatores.

Os workshops serão realizados em Municípios de diversas regiões do país com setores industriais dinâmicos nos arranjos produtivos locais. O intuito é adensar as cadeias produtivas existentes no nosso Município com novos investimentos.

Assessoria Prefeitura

Hoje Mais