- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Suspensão de obras da PRF é por de falta de licenças e apropriação de grande área da Lagoa Maior

Outros três locais foram oferecidos para a construção da sede, entretanto será necessário outro projeto

Como divulgado com exclusividade no portal hojemais.com.br, a prefeita Márcia Moura (PMDB), falou sobre a suspensão da obra da 8ª elegacia da PRF (Polícia Rodoviária Federal). A construção teria iniciado sem licenças e o prédio tomaria da Lagoa Maior, um espaço quatro vezes superior ao que já ocupa. “Lá não é lugar para construir. O certo é desapropriar a área, e não construir”, pontuou.

Existe ainda a chance das instalações da delegacia mudarem para Paranaíba, o que não seria viável, de acordo com Marcia. “Quero muito que fiquem aqui e não vão para Paranaíba, mas eu sou contra a construção no local”, frisou.

A prefeita ainda disse que mandou embargar a obra assim que descobriu que a obra havia começado sem o licenciamento necessário. “Chegou a empresa e começou construir; nem a PRF sabia que a empresa não havia providenciado as licenças”, explicou.

Outros três locais foram oferecidos para a construção da sede, entretanto será necessário outro projeto, além da PRF perder o orçamento, uma vez que ocorra a mudança.

A PRF ainda teria oferecido o espaço à prefeitura depois de construído, entretanto a prefeita teria dito que a prefeitura não quer nada construído no espaço, muito menos prédios da administração municipal.

(Foto: ARV)

areadapolicia

 

Guta Rufino
Hojemais Três Lagoas