- Destaque - Destaque Principal Geral Três Lagoas

Standard & Poor’s aumenta nota da Fibria para grau de investimento

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s acaba de elevar o rating da Fibria de ‘BB+’ para ‘BBB-‘, com perspectiva estável. Segundo relatório da S&P, a revisão, que concede à companhia o status de grau de investimento pela agência, reflete o fortalecimento do balanço da Fibria, com redução de custo caixa e aumento na geração de fluxo de caixa livre.

A expectativa da agência é que o ambiente se mantenha favorável para as empresas brasileiras exportadoras, como é o caso da Fibria, por conta do fortalecimento do dólar em decorrência da maior robustez da economia norte-americana. Além disso, a perspectiva da agência é de que a estabilidade nos preços da celulose se mantenha no médio prazo. Tais fatores devem continuar beneficiando a geração de caixa da companhia, o que permitiria a expansão do complexo industrial de Três Lagoas com a preservação do nível de endividamento compatível com o patamar de rating grau de investimento.

“Estamos bastante satisfeitos com este reconhecimento, pela S&P, da solidez financeira da Fibria. Com isso, teremos uma economia automática de US$ 1,3 milhão por ano de acordo com parâmetros de certas dívidas atuais. Além disso, a companhia passa a ter acesso a um número maior de investidores como fundos de pensão, seguradoras e outros agentes que só podem comprar papéis com esta classificação de risco. Isto tende a melhorar ainda mais nosso custo de dívida nas novas emissões. Vale lembrar que, hoje, conforme a taxa de juros dos nossos bonds no mercado secundário, a Fibria se encontra entre os quatro melhores créditos corporativos do Brasil”, afirma Guilherme Cavalcanti, diretor financeiro e de Relações com Investidores da Fibria.

Em fevereiro de 2014, a companhia já havia conquistado o grau de investimento pela Fitch.

 

Luciana Navarro

Assessora de Imprensa Fibria | Mato Grosso do Sul