- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Sindicato Rural realizou curso de Cultivo de Plantas Medicinais e Preparo de Remédios Caseiros

Há milhares de anos, os medicamentos fitoterápicos são utilizados como uma alternativa viável e importante no tratamento e combate de várias doenças, contribuindo de forma significativa para o bem estar da população. Pensando nisso, o Sindicato Rural de Três Lagoas, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), promoveu o curso de Cultivo de Plantas Medicinais e Preparo de Remédios Caseiros, realizado entre os dias 25 e 29 de maio no parque de exposição “Joaquim Marques de Souza”.

O curso, ministrado pela instrutora Dayse Wanderlea Benites, possui a carga horária de 40 horas e tem como objetivo identificar as plantas medicinais mais comum para o cultivo e preparo de remédios caseiros por meio de seleção visual. Dentre os temas abordados durantes as aulas, os alunos aprenderam as medidas de segurança no trabalho, meio ambiente, novas exigências profissionais e mercado de trabalho. Além da identificação das principais plantas medicinas e métodos de cultivo com mudas, seleção, secagem e acondicionamento das plantas.

Também está inserido no conteúdo do curso as técnicas para produção de tinturas de plantas frescas, produção de xaropes, sabonetes, xampu, pomadas e comprimidos.

De acordo com a professora, as ervas são utilizadas como um preventivo, afim de aumentar a resistência imunológica. “Através dos remédios caseiros é possível evitar que algumas doenças se desenvolvam, como gripes, resfriados e alergias.Vale lembrar que os remédios naturais, apesar de não possuírem química, podem ser tóxicos se usados de maneira incorreta, e no curso nós orientamos a forma adequada de uso em qualquer tipo de situação”, explica Benites.

A aluna Brasilina Daguer soube do curso através do jornal “Pauta Rural”, produzido pelo sindicato. “Me interessei por ser um aprendizado que pode ser levado para o dia-a-dia, pensando na saúde dos filhos e dos netos. Além de ser um conhecimento a mais adquirido, pois há um acervo enorme de informações passadas no curso, basta absorvermos”, conta.

Dayse Cristina Crisóstemo alega confiar mais nos medicamentos naturais do que nos quimicamente manipulados. “Os remédios que você compra na farmácia têm muita química e compostos que a longo tempo podem ser prejudiciais a saúde ou causar efeitos colaterais, ao contrário das plantas medicinais que você conhece os ingredientes e o modo de preparo”, explica a aluna.

A missão do Sindicato Rural é despertar a motivação da classe produtora rural, da Região de Três Lagoas, para se organizar e atingir a sustentabilidade social, econômica e ambiental. Mais informações sobre o calendário de cursos através do site www.srtl.com.br ou telefone: (67) 3521-4049.

Assessoria de Comunicação