- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Estágio exclusivo de Equoterapia está sendo realizado no Sindicato Rural de Três Lagoas

A AEMS, juntamente com o curso de Fisioterapia, iniciou com os alunos do último ano, o estágio exclusivo de Equoterapia. Supervisionado pela fisioterapeuta, Jaqueline Benati Bruno de Araujo, as aulas estão sendo realizadas no Sindicato Rural de Três Lagoas, com a parceria do Centro de Equitação e Equoterapia Gasparelli, dirigido por Éverton Lomba Gasparelli – Equitador e também com a supervisão do fisioterapeuta Carlos Eduardo Conti.

Para a professora responsável pelo estágio, Jaqueline Benati, “essa parceria tem sido fantástica. Poucas são as faculdades que oferecem a Equoterapia como opção de estágio. Sendo uma área tão atual, inovadora e que produz tantos benefícios aos pacientes, os alunos ganham muito conhecimento, além de obterem uma visão ampla do que é fisioterapia e até onde nós fisioterapeutas podemos chegar. A parceria com a Equoterapia abre uma visão além das clínicas e consultórios”, ressalta.

Para o presidente do Sindicato Rural de Três Lagoas, essa parceria tem dado muito resultado. “A Equoterapia Gasparelli se destacou bastante. Só recebemos elogios dos pais das crianças que realizam o tratamento aqui. Agora, com essa nova parceria, vamos ainda mais qualificar pessoas”, reforça.

Os estágios estão sendo realizados todas as terças-feiras, com encontros para discussões de casos e planejamento de atendimentos. Já nas quintas-feiras e sextas-feiras, são realizados os atendimentos, das 14h00 às 18h00. “Hoje a Equoterapia  atende a população de forma particular, porém, há um projeto em andamento, onde são necessárias parcerias com empresas, para que em um futuro bem próximo, esses pacientes possam ser atendidos de forma gratuita, o que seria um grande benefício para a população”, conclui a professora.

Equoterapia

A Equoterapia é a Terapia associada ao uso do cavalo e é indicada em diversas patologias, bem como Autismo, Paralisia Cerebral, Síndrome de Down, reabilitação de AVE – Acidente Vascular Encefálico e também para pacientes da Terceira Idade. Seus benefícios são associados principalmente ao Movimento Tridimensional que o animal gera ao caminhar, promovendo ao paciente um deslocamento ântero-posterior, látero-lateral e súpero-inferior, o qual trabalha o equilíbrio e propriocepção, dissociação de cinturas, redução de hipertonia, aumento da força muscular entre outros. As atividades lúdicas propostas auxiliam a motricidade e estimulam a memória. O contato com o cavalo também proporciona benefícios psicossociais, estimula a socialização e gera sensação de liberdade e bem-estar.

Rafael Furlan