- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

SEMEC de Três Lagoas realiza reunião sobre o transporte escolar rural 2016

Representantes das empresas vencedoras da licitação, Secretaria de Infraestrutura e Transporte e Educação participaram das discussões

Com o objetivo de traçar as diretrizes que vão reger o transporte escolar rural do ano letivo de 2016, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), realizou na manhã desta quinta-feira (27), uma reunião com os representantes das empresas prestadoras do serviço. Membros da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Jurídico e Departamentos Financeiro e de Transporte Escolar da SEMEC também estiveram presentes.

Durante o encontro, foram entregues cartilhas informativas e apresentados os pontos que devem ser cumpridos pelas empresas Crisp Tur, Cidade Jardim e Clewis, vencedoras da licitação aberta em abril de 2015. As três empresas, que juntas atendem 34 linhas rurais, foram orientadas sobre as documentações que precisam apresentar e sobre a vistoria que será realizada nos dias 3 e 4 de março, pela Secretaria Municipal de Trânsito.

Outro importante ponto discutido juntamente com o departamento de Desenvolvimento Rural e de Distritos e Transporte e Logística, da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação foi a situação das estradas rurais. Segundo a secretaria, a manutenção de 229 quilômetros e a troca de pontes já está prevista para ser executada por empresas terceirizadas. Casos emergenciais serão atendidos prontamente pelo município.

A secretária de educação, Jussara Fernandes, foi incisiva em afirmar que não serão tolerados descumprimentos do contrato e da legislação do transporte escolar. “Não estamos pedindo nada de excepcional, apenas o que está previsto no contrato”, explicou.

Também foi salientada pela secretária a importância de se criar um entrosamento, para que as dificuldades de ambas as partes sejam afinadas. “Precisamos que vocês nos passem todos os problemas e dificuldades para que possamos orientar e encaminhar ao setor responsável, seja sobre problemas com alunos ou com as estradas”, disse Jussara.

Capacitação e treinamento para os motoristas também foi sugerido por ambas as partes, para que as crianças sejam atendidas e tratadas de forma adequada. Psicólogos e assistentes sociais do município foram colocadas à disposição para palestras e oficinas que afinem o relacionamento dos pais, alunos e motoristas.

Assecom