- Destaque - Destaque Principal Tecnologia

Samsung Galaxy A5 é smartphone elegante e ótimo para selfies

As fotos selfie já caíram no gosto do brasileiro. Agora as fabricantes de smartphones estão buscando esses públicos, seja melhorando as câmeras frontais ou a ergonomia dos celulares. É o caso do Samsung Galaxy A5, um aparelho que a companhia sul-coreana criou com foco nas fotografias.

Além dos 13 megapixels de resolução, a câmera do Galaxy A5 tem lente traseira capaz de abertura de 120º e câmera frontal com 5 megapixels. A ideia é que as fotos fiquem com foco e iluminação impecáveis mesmo com a câmera perto do objeto fotografado.

Mas, ele não é só bom na câmera.

Seu design reproduz, com fidelidade, o Galaxy Note 4 – uma espécie de versão compacta do principal phablet da empresa hoje. Com borda de 6.7 mm e leve toque em metal, o Galaxy A5 é elegante e pesa apenas 124 gramas.

Ainda assim, sua bateria de 2.300 mAh é potente o suficiente para durar até um dia e meio, em média.

Com tela de 5 polegadas Super Amoled, ele também é uma ótima opção para assistir filmes e vídeos. Embora o sistema de som, quando usado com fone de ouvido, seja um pouco baixo.

Apenas uma caixa de som é usada no aparelho e ela não só fica atrás do celular, como é direcionada – ou seja, ela não abre o som pelo celular como em modelos da LG e da Motorola.

Em sua configuração, o Galaxy A5 vem com processador de 1.2 GHZ quad-core, sistema Android 4.4 (KitKat), 16 GB de espaço em disco (com possibilidade de expansão para 64 GB com chip Micro SD), 2 GB de memória RAM e opção de usar dois chips de operadora telefônica.

Outra vantagem deste modelo da Samsung é que ele não esquenta muito. Mesmo executando funções pesadas, como assistir filmes e rodar aplicativos e jogos, ele se mantem em temperatura agradável.

Resumo 
Geralmente um aparelho como este tem algum porém, um “mas” que deixa o usuário na dúvida. Felizmente, não é o caso do Samsung Galaxy A5. A companhia sul-coreana caprichou e criou um aparelho de preço médio (mid range) digno das necessidades do usuário. Ao pegá-lo na mão ou tirá-lo do bolso, a sensação é de um telefone bem acabado e equilibrado.

De tão leve que é, parece que um adereço qualquer, como um lenço de pano ou óculos, por exemplo.

Ele é bem diferente dos modelos do passado recente da Samsung, criticados pela complicação e acabamento duvidoso. não serem tão simples ou bonitos em seu uso.

Esse aparelho é leve, elegante e simples de usar. Dá vontade de pegar o celular da bolsa ou do bolso da calça para atividades rápidas, como tirar uma selfie. O A5 também funciona muito bem com wearables – como smartwatches e smartbands.

O único “porém” dele é o preço sugerido, R$ 1.499. Em tempos de crise, um celular com esse preço pode fazer seus clientes questionarem se se trata de um bom negócio. Poucos modelos se compararam com ele – como o LG G3 Beat ou Sony Xperia Z3 Compact -, mas com esse valor o usuário pode até cogitar levar um phablet com câmera potente, como o Sony Xperia Z3, LG G3 ou Asus Zenfone 6.

Ainda assim, o Samsung Galaxy A5 é uma ótima pedida e deve, definitivamente, ser levado em consideração na hora da compra.

 

(Foto: Henrique Medeiros / Terra)

Correio do Estado