Três Lagoas

Proposta para estender horário do comércio não é aceita

Em setembro deste ano o presidente da Associação Comercial de Três Lagoas Atílio D’Agosto propôs um acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio e Varejistas que possibilitasse aumentar o consumo no comércio local após as 18h, ou seja, estender o horário de abertura do comércio até às 20h.

Para o Sindicato a mudança não é tão simples, pois além de aumentar o custo para o empresário que necessitará realizar novas contratações, o mesmo terá de pagar hora extra, além do problema da falta de segurança pública, atualmente insuficiente no município.

De acordo com o presidente do Sindicato, Eurides Silveira de Freitas, o comércio de Três lagoas é formado por micro e pequenas empresas e se aprovada essa ideia, as pequenas empresas não teriam condições de manter os custos.

“A extensão do horário exigiria muito e também pensamos na rotina que os funcionários têm fora do trabalho, ou seja, não é tão simples”, explicou o presidente que reforçou ainda que “quanto ao horário de atendimento, é preciso ser flexível e não determinar o horário de abrir e fechar as lojas; as empresas se adequam de acordo com suas atividades”, salientou.

O presidente revelou ainda que, caso a ideia persista, o Sindicato realizará uma assembleia para discutir o assunto.

O Hojemais procurou o presidente da Associação Comercial, Atílio D’Agosto, mas até o fechamento desta edição não obteve retorno.

Temporários para o final do ano já estão sendo contratados no comércio local

Para muitos comerciantes as vendas realizadas no mês de outubro foram positivas em relação aos últimos meses. As expectativas para os próximos dias estão sendo ainda mais positivas e as contratações de funcionários já tiveram início na maioria das lojas do comércio de Três Lagoas.

O início da contratação de temporários depende da necessidade de cada empresa. De acordo com informações apuradas pelo Hojemais, as empresas aproveitam essa época do ano para preencherem o quadro de funcionários com os temporários que se adequarem ao funcionamento da empresa.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio e dos Varejistas, Eurides Silveira de Freitas informou ao Hojemais que parte dos comerciantes já iniciou as contratações de funcionários temporários e este ano o setor empregatício está privilegiado no comércio. “Calculamos em média 500 vagas oferecidas para temporários, onde 300 podem ser efetivados. Devido à inauguração de novas empresas no município, os números são positivos, pois o ano passado a média foi de 250 temporários”, explicou o presidente.

De acordo com a gerente da loja Seller, Elis Regina, as contratações se iniciarão no começo deste mês onde 20 funcionários temporários serão contratados e os que mais se destacarem vão ser efetivados para completarem o quadro.

O horário de atendimento do comércio ainda não foi definido.

Dayane Walter

viaProposta para estender horário do comércio não é aceita.

Proposta para estender horário do comércio não é aceita