- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Prevenção e combate a incêndios florestais é tema de curso promovido no Sindicato Rural

Ventos fortes, altas temperaturas e baixa umidade do ar. É assim o período de maio a setembro, onde produtores e trabalhadores do campo devem redobrar o cuidado na prevenção de incêndios florestais. Como maneira de buscar essa prevenção e qualificar a equipe, a Equilíbrio buscou junto ao SENAR e o Sindicato Rural de Três Lagoas, uma parceria para a realização do curso de “Prevenção e Combate a Incêndios Florestais”.

Treze alunos participaram dessa qualificação que foi ministrada pelo instrutor Ramiro Juliano da Silva. Sabendo que Mato Grosso do Sul ocupa um entre os dez estados com maior número de queimadas no país, o curso proporcionou com que os alunos tivessem noções de legislações, conceitos básicos de incêndios, prevenção, combate, procedimentos de primeiros socorros e prática de combate terrestre.

Segundo o instrutor, “o Instituto de Pesquisas Espaciais de São José dos Campos, junto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente, possuem informações quanto ao número de focos de incêndios. Eles tem um satélite que detecta os focos de calor e de incêndio. Percebemos que cada dia mais aumenta os números”, reforça.

Ramiro diz ainda que os incêndios estão ocorrendo mais em áreas de pastagens. “No Pantanal e na Serra da Bodoquena estão tendo grandes focos, mas dentro da floresta está sendo raro, em especial de eucalipto, uma vez que as empresas treinam e capacitam seus colaboradores”.

Quem aprova isso o supervisor da empresa Equilíbrio, Marcelo do Canto de Souza. “Nós tivemos teoria e prática. Percebemos o desempenho de todos que participaram. Esse curso faz parte das normas legais e capacitou ainda mais nossos colaboradores. Foi um sucesso”, conclui.

 

Rafael Furlan