- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Presidente do PSC diz que partido não está no ‘blocão’ e que tendência é apoiar Guerreiro

Blocão lançou Rógerson Rímoli ontem para prefeito

Relacionado entre os nove integrantes da frente partidária que lançou a pré-candidatura de Rógerson Rímoli a prefeito de Três Lagoas na tarde de ontem (31), o PSC, por meio de seu presidente Roberto Vasconcelos, afirma que não formalizou apoio ao chamado ‘blocão’ e que o nome do partido foi incluído indevidamente. Embora não esteja fechado para nenhum grupo, Vasconcelos disse que o que houve foi um simples telefonema por parte do presidente do PMDB, deputado estadual Eduardo Rocha – articulador da aliança – para ele. “Não formalizei nenhum apoio e não houve nenhuma reunião entre nós”, garantiu, informando que a tendência do PSC é apoiar o deputado estadual Angelo Guerreiro como candidato a prefeito. “Ele [Guerreiro] nos procurou primeiro e já há uma conversa adiantada”, afirma, completando que “o PSC trabalhou em silêncio de uma hora pra outra mostrou a sua força”.

Ainda segundo Vasconcelos, o partido conta com onze nomes para disputar a vereança e que está buscando uma coligação na proporcional que for mais conveniente para o grupo.

 

João Maria Vicente

Hojemais