- Destaque - Destaque Principal Brasil Política

Presidência anuncia saída de Vargas; Temer fica na articulação política

Vice assumirá atribuições da Secretaria de Relações Institucionais

A Presidência da República informou nesta terça-feira (7), por meio de nota oficial, que o ministro Pepe Vargas deixou o comando da Secretaria de Relações Institucionais. Com a exoneração de Vargas, o vice-presidente da República, Michel Temer, que preside o PMDB, absorverá as atribuições da pasta, assumindo a articulação política do Palácio do Planalto.

Pepe Vargas era alvo constante de críticas de integrantes da base governista, especialmente dos parlamentares do PMDB, desde que comandou a fracassada operação política para tentar emplacar o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) na presidência da Câmara. A vitória de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na disputa para o comando da casa legislativa desgastou o articulador político do governo federal.

Apesar das pressões, a presidente Dilma Rousseff vinha resistindo desde fevereiro às pressões da base governista para demitir o ministro das Relações Institucionais. Nesta segunda, entretanto, a chefe do Executivo sondou o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, para o lugar de Vargas.

Segundo o blog da Cristiana Lôbo, a cúpula do PMDB barrou a transferência de Padilha para a articulação política do governo federal.

A presidenta da República Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira, 7 de abril, que a Secretaria de Relações Institucionais passa a integrar as competências do vice-presidente da República Michel Temer. Ela agradece o empenho, a lealdade e a competência do ministro Pepe Vargas, que deixa o cargo.

Vice-presidente, Michel Temer
(Foto: Divulgação)

G1

Secretaria de Imprensa/SECOM
Presidência da República