- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Prefeitura de Três Lagoas garante repasse de R$ 150 mil para Hospital Auxiliadora

Valor se refere ao termo aditivo válido para os próximos 30 dias até que a renovação da Gestão Compartilhada aconteça
A Prefeitura de Três Lagoas por meio da Secretaria Municipal de Saúde garantiu o repasse de R$ 150 mil para o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. O valor se refere ao termo aditivo válido para os próximos 30 dias até que a renovação da Gestão Compartilhada aconteça.

Desde o início deste ano, a prefeita Marcia Moura (PMDB), a secretária municipal de Saúde, Eliane Brilhante e a equipe administrativa do Hospital Auxiliadora, realizam diversas reuniões para discutirem a renovação da Contratualização  entre o Governo do Estado, Município e a entidade.

Tendo em vista do encerramento contrato, ocorrido em novembro do ano passado, o repasse tem sido feito por meio de termos aditivos. O último encerrou no dia 29 de fevereiro, entretanto, um novo termo aditivo no valor de R$ 150 mil, firmado no final do mês passado, garantirá por mais trinta dias os atendimentos hospitalares para a população de Três Lagoas.

Além disso, a secretária de Saúde informou que houve uma reunião no último dia 15 de fevereiro entre o Hospital, Ministério Público e Defensoria no intuito de somar forças em soluções viáveis para minimizar os impactos sofridos na questão financeira apontada pela instituição e também com um olhar sensível para manter a qualidade do atendimento.

Ao longo deste período, a Prefeitura de Três Lagoas por meio da Secretaria Municipal de Saúde e diretoria do Hospital Auxiliadora deverão buscar soluções para manutenção dos atendimentos e ampliação da oferta de serviços. “Não vamos parar! Durante esses 30 dias nós vamos buscar meios para sanar esse problema, reduzir custos manter os serviços e dessa forma a população continuar dispondo de um atendimento de qualidade, não tendo que ser direcionada para outro Município”, salientou a Secretária de Saúde.

Marcia Moura disse que deverá se reunir em breve com os prefeitos da região para que possa pedir auxílio também no repasse financeiro. “Sabemos que não é suficiente, entretanto, não pode somente o nosso Município arcar com as despesas. Temos que buscar ainda outras saídas para melhorar esse grande atendimento”, disse a prefeita.

GESTÃO COMPARTILHADA

Aprovado pela Câmara Municipal e sancionado pela prefeita Marcia Moura, o contratado de gestão compartilhada para administração da Sociedade Beneficente do Hospital Auxiliadora foi assinado em janeiro de 2013, na qual permite que a Prefeitura de Três Lagoas participe ativamente dos processos da Instituição.

Também na Gestão Compartilhada, são repassados valores financeiros pela Prefeitura de Três Lagoas, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e Ministério da Saúde. Além disso, a cada três meses, a auditoria realiza uma reunião para avaliar as metas estipuladas pela Gestão Compartilhada e, quando alcançada o Hospital recebe também repasse financeiro.

 

Fonte: Asc/PTL’s