Região

Para não ser preso pelo Gaeco, ex-presidente da Câmara foge só com a roupa do corpo

O Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) esteve em Ribas do Rio Pardo (MS) na manhã desta quarta-feira (26), com um mandado de prisão contra o ex-presidente da Câmara de Ribas de Rio Pardo, Adalberto Alexandre Domingues (PRTB), o Betinho. No entanto, o vereador afastado fugiu. Informações dão conta de que ele pulou o muro de sua casa, descalço e apenas com a roupa do corpo. Betinho é um dos vereadores investigados na Operação Viajantes, que apura a “farra das diárias” na cidade. Um outro mandado de prisão, contra um homem que estaria ligado a uma das empresas que prestava serviço para a Câmara, teria sido cumprido em Campo Grande.

Caso

A investigação se refere às diárias pagas indevidamente para aumentar os ganhos mensais dos vereadores, além de gastos exagerados com contratações de empresas terceirizadas de informática, publicidade, assessorias jurídicas, contábeis e fornecedores diversos, com realização de procedimentos licitatórios fraudulentos.

A ação é resultado de investigação conduzida pela Promotoria de Justiça de Ribas do Rio Pardo, que apurou irregularidades no pagamento de diárias a vereadores e servidores, além de “esquema criminoso” de desvio de recursos públicos, por meio de contratações de empresas sem licitação e/ou por meio de procedimentos licitatórios que não passavam de um farsa, para beneficiar empresas de familiares e de amigos dos agentes públicos. Algumas empresas contratadas possuem características de “fachada”.

Segundo revelou a investigação, os agentes políticos teriam forjado viagens e participações em eventos e reuniões fora do Município, isto para receberem indevidamente valores relativos à diárias. Conforme levantamento realizado, de janeiro a setembro de 2014, o Legislativo do Município teria consumido cerca de R$ 600 mil de recursos públicos com o pagamento de diárias, que chegariam ao valor de R$ 750 para cada dia de deslocamento dentro do Estado, e R$ 1.500 para cada dia de viagem fora de Mato Grosso do Sul.

viaPara não ser preso pelo Gaeco, ex-presidente da Câmara foge só com a roupa do corpo – Correio do Estado.

Para não ser preso pelo Gaeco, ex-presidente da Câmara foge só com a roupa do corpo