- Destaque - Destaque Principal Geral

No dia da Síndrome de Down, passeata chama atenção para término de obra

Novo prédio da Sociedade Educacional Juliano Varela está 50% pronto

No Dia Internacional da Síndrome de Down, cerca de 300 pessoas fazem caminhada pelas ruas do Centro de Campo Grande, nesta segunda-feira (21). Assim como nos últimos anos, um dos objetivos da mobilização é buscar recursos para a conclusão da nova seda da Sociedade Educacional Juliano Varela, a maior do Estado em atendimento à pessoas com a síndrome.

A concentração de pais, mãe, amigos e pessoas com down começou antes das 8 horas, na Praça Ari Coelho. Para dar início à caminhada, banda com 35 ritmistas down animaram o público.

A caminhada percorrerá as principais ruas do Centro e encerra no ponto de partida, onde deve haver encerramento do ato em comemoração ao dia.

Segundo a fundadora da instituição que atualmente atende 216 alunos, Maria Lucia Fernandes, a expectativa é reunir 1 mil pessoas na passeata.

Ela afirma que além de comemorar o dia internacional, quer chamar atenção dos campo-grandenses para conclusão da escola Juliano Varela. Atualmente, 50% das obras estão concluídas. Quando a nova unidade for inaugurada, 500 pessoas devem ser atendidas no instituto.

Enfermeira, Graciela Miranda, de 35 anos, é mãe da pequena Yasmim, que hoje tem 2 anos e 4 meses. Ela conta que descobriu a síndrome quando a filha tinha apenas 1 mês de idade.

“Mesmo sendo da área da saúde, quando se entra em contato com criança com down você vai conhecendo e vendo que eles são normais. Basta saber estimular todos os dias e amar mesmo de verdade”.

Passeata tomou ruas da Capital – Bruno Henrique/Correio do Estado
Por ALINY MARY DIAS E KLEBER CLAJUS