- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Negociação do acordo coletivo com a Fibria está em constante evolução

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Três Lagoas, realizou no dia 06 de junho, a reunião de negociação do acordo coletivo 2016/2018 da Fibria. Estavam presentes na comissão negociadora 2016, membros da Fibria e do Sindicato.

Jenir Neves, presidente do Sindicato Rural, abriu a reunião solicitando a proposta da empresa. A Fibria apresentou uma evolução de 7,5% no reajuste salarial, sendo que o piso passa para R$ 923,00, o auxílio creche mantém R$ 410,00, na cláusula portadores de síndrome mental, passa a ser incluso filhos que tenham qualquer tipo de deficiência, com benefício de R$ 1.176,00. A cesta básica mantém R$ 230,00.

Após diversos questionamentos e muita negociação, a Fibria concedeu um aumento de 8,5%, abono de R$ 1.600,00, a cesta básica R$ 246,00, auxílio creche vai para R$ 440,00 e o piso salarial  foi para R$ 938,00.

Os representantes da Fibria alegam que devido o momento atual do país, nada pode ser feito além disso.

Para a presidente do Sindicato, “o valor do piso da Federação é de R$ 963,00.  Não podemos aceitar menos do que isso”, finaliza.

A comissão irá levar para o campo o valor negociado e uma votação será feita. Após a votação, o Sindicato, no prazo de até cinco dias, marcará reunião com a comissão e a empresa para decidir os próximos passos.

 

Rafael Furlan