- Destaque Geral

Menina foge durante estupro, avisa pais e falso pastor é preso em MS

Segundo a polícia, crime foi durante suposto ‘atendimento’, em Bataguassu.
Suspeito é do PR, não tem residência fixa e foi ao município de carona.

Um homem de 57 anos foi preso nessa segunda-feira (23), em Bataguassu, a 322 quilômetros de Campo Grande, suspeito de estupro de vulnerável.
Conforme divulgado pela Polícia Civil nesta terça-feira (24), o suspeito se apresentou como pastor a uma família, se prontificou a fazer orações e, durante ‘atendimento individual’, tentou abusar de uma menina de 11 anos. A criança fugiu, avisou aos pais, eles conseguiram deter o suposto missionário e avisaram a polícia.

Os investigadores verificaram que o homem é integrante de uma igreja evangélica em Curitiba, porém, não é pastor, nem missionário e não tem autorização para se apresentar como líder.

O falso pastor não tem residência fixa e nos últimos dias passou pelos municípios de Assis (SP), Presidente Prudente (SP) e, no último fim de semana, chegou ao distrito de Nova Porto XV e de lá conseguiu carona até a área urbana de Bataguassu.

A polícia suspeita que outras pessoas possam ter sido vítimas do falso pastor, que foi autuado em flagrante. Quem souber de situações contra o homem pode entrar em contato com a Polícia Civil de Bataguassu pelo telefone 67-3541-1286, pelo e-mail: dpbataguassu@pc.ms.gov.br ou ainda indo até a unidade de segurança, que fica na rua Anaurilândia, 543. É garantido o anonimato das denúncias.

Do G1 MS