- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Mãe de trabalhador que sofreu acidente implora por ajuda

A dona de casa Nely Cristina Borges Genezine de 62 anos procurou a reportagem da Rádio Caçula na manhã desta quarta-feira (02) para pedir ajuda as autoridades quanto à falta de auxílio que não vem sendo prestado pela empresa que seu filho trabalha e do segundo envolvido do acidente que vitimou Ângelo Genezine de 34 anos.

Segundo a entrevistada, por volta das 05h de sábado (29), Genezine seguia em uma moto para a fábrica onde trabalha e nas proximidades daquela indústria de refrigeradores, situada no Distrito Industrial, bateu em um automóvel que deixava uma das empresas naquela região.

Na ocasião, seu filho foi socorrido até o Hospital Auxiliadora em estado grave com uma fratura no maxilar e traumatismo craniano. Desde então, o acidentado – que permanece em coma na unidade – não teve nenhum suporte oferecido e permanece internado no Auxiliadora pela Sistema único de Saúde (SUS).

“Somos uma família humilde e estamos tendo gastos com fraldas e outros materiais. Peço que a empesa e até a pessoa que se envolveu neste acidente que coloque a mão no coração e nos ajude com estes gastos, dando um apoio a nós da família”, desabafou a mês do trabalhador.

Nely também disse a esposa de Genezine está grávida de 08 meses e devido o incidente, passou mal e teve que ser atendida no hospital por duas vezes. A irmã do acidentado também expressou uma mensagem em sua página pessoal no Facebook.

“Irmão nós te amamos, vc vai sair dessa, seu filho já está quase chegando e vc precisa estar 100% para recebelo junto com a gente, Deus o senhor é o médico dos médicos e eu lhe peço restabeleça a saúde de meu irmão. Pensamentos positivos e orações indo em sua direção irmão, receba-os e sinta-as”.

Segundo a família, o estado de saúde de Genezine inspira cuidados e ele ainda corre risco de morte e por isso, sua mãe pede orações ao seu filho.

A reportagem conversou com Carlos Alberto do setor de Recursos Humanos da emrpesa que negou os fatos e disse que acionará o setor Jurídico para as providências.

Por: Da Redação com fotos de TL Notícias