- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Hospital Auxiliadora inicia Novembro Azul com ações preventivas

Pelo quarto ano consecutivo, a campanha “Novembro Azul” começou em todo o Brasil com foco na orientação e prevenção do câncer de próstata. Com o tema “Cuidar da saúde também é coisa de homem”, o Hospital Auxiliadora, referência em qualidade hospitalar em toda a macrorregião, já começou suas ações com o intuito de orientar a população masculina a cuidar melhor da saúde.

De acordo com o médico Urologista Rafael Tibiryçá, só nesse ano foi diagnosticado cerca de vinte casos de câncer de próstata em Três Lagoas, entre eles, foram realizadas dez cirurgias com o intuito de cura do paciente. Ele conta que a cirurgia por vídeo é um procedimento pouco utilizado no país devido à alta complexidade, mas que já está sendo realizada na cidade.

“Os diagnósticos têm aumentado bastante. O Hospital Auxiliadora, através do ICTL, tem feito biópsia de próstata. Com o diagnóstico precoce, nós iniciamos o tratamento curativo”, explica o médico.

O Urologista afirma que hoje em dia o Novembro Azul é voltado a saúde do homem em geral. “Não é só o câncer de próstata, tem a parte da sexualidade, da andropausa, da reposição hormonal. O homem acaba fazendo outros exames de rotina, e nós acabamos dando muitos diagnósticos também de diabetes, de hipertensão”.

Para ele, a conscientização do homem é um “trabalho de formiguinha”, por isso nesse novembro azul serão realizadas diversas palestras em empresas, distribuição de material orientativo, entrevistas em rádios e televisão, em busca da conscientização e a divulgação.

 

Saúde do homem

Segundo Tibiryçá, os homens estão se preocupando cada vez mais com a saúde. “Assim como as mulheres vão ao salão e compram produtos de beleza, hoje em dia você vê um aumento do seguimento masculino também nessas áreas, até mesmo em cirurgias plásticas. Então o homem também vai ao consultório pelo bem estar, buscando uma melhor qualidade de vida, e automaticamente faz o preventivo do câncer de próstata”, conta.

Ele explica que o brasileiro está aumentando a expectativa de vida, e o câncer de próstata é uma doença a princípio do idoso. “Quanto mais velha fica a população masculina brasileira, mais vai ser diagnosticado o câncer de próstata. O homem que tem mais de 40 anos já tem indicação de fazer um preventivo da próstata”.

O médico informa que sempre aconselha duas datas para o homem procurar o Urologista, ou na campanha nacional do Novembro Azul, ou no aniversário do paciente. Como são datas marcantes, ele não irá se esquecer e conseguirá realizar os exames anualmente.

Câncer de Próstata

Rafael Tibiryçá revela que o câncer de próstata é o principal diagnóstico de câncer do homem. Como é assintomático, o único meio de identificação é o diagnóstico precoce, através do exame de sangue e do toque retal. É recomendado a realização do exame para homens acima dos 40 anos que tiverem histórico familiar de câncer de próstata, e acima dos 45 anos para os demais. “É um câncer altamente genético, não tem nada que se possa evitar. Uma alimentação saudável ajuda e diminui a incidência, porém, não tem um medicamente para evitar o câncer de próstata, somente o diagnóstico precoce”, conta o Urologista.

O médico observa que com advento do novembro azul, o diagnóstico inicial tem sido mais precoce, onde é iniciado o tratamento curativo. “Há três meios de tratamento curativo; a Braquiterapia (radioterapia interna), a Radioterapia, e a cirurgia radical, que dentre os três é que tem melhor prognóstico. Então o diagnóstico precoce, é a chance de cura para o paciente”, finaliza.

Rafael Furlan