- Destaque - Destaque Principal Geral

Greve do judiciário de MS continua e nova caravana segue a Brasília

A greve dos servidores do poder judiciário e Ministério Público da União em Mato Grosso do Sul continua, até a derrubada do veto da PLC 28! A orientação é do sindicato da categoria, Sindjufe/MS, tomada junto com o  Comando Nacional de Greve (CNG) da Fenajufe. Com isso, o movimento paredista deve ser fortalecido e intensificado em todo o País.

Outra indicação do CNG é quanto a realização de Apagão nos Estados nos dias 24, 25 e 26 de agosto (segunda a quarta-feira da próxima semana). Além disso, novas Caravanas deverão ser enviadas a Brasília para a realização de novo ato nacional na terça-feira, 25, a partir das 15 horas.

“Vamos retornar a Brasília para somarmos forças com os servidores dos demais estados da federação, para pressionarmos parlamentares de Mato Grosso do Sul e dos demais estados da federação, para que derrubem o veto da presidenta Dilma Rousseff, ao PLC 28, que nos concede dignos reajustes salariais, depois de quase 9 anos sem aumento”, afirmou Antônio César Amaral Medina, coordenador geral do Sindjufe/MS.

Eliezer Inácio de Oliveira, também coordenador do sindicato pede para que a categoria não se esmoreça nesta reta final para uma possível derrubada do veto da PLC 28. “Precisamos nos esforçar para continuarmos de braços cruzados em Campo Grande no interior de Mato Grosso do Sul. Precisamos também que outros servidores, nossos companheiros, sigam a Brasília conosco na próxima semana, para mais um embate no Congresso Nacional”, afirmou.

De acordo com o Comando Nacional de Greve, os estados deverão realizar Assembleias Gerais na quinta-feira, 27 e sexta-feira, 28, para avaliar a greve e as atividades da semana. O Comando indica ainda a participação na marcha dos Servidores Públicos Federais (SPFs) na sexta-feira, 27.

O calendário definido até o momento é o seguinte:

– Dias 24, 25 e 26 de agosto: Apagão nos Estados e Caravanas a Brasília;

– Dia 25 de agosto: Ato Nacional em Brasília, às 15 horas;

– Dia 27 de agosto: participação na Marcha dos SPFs em Brasília;

– Dias 27 e 28: data-limite para realização de AGs nos Estados para avaliação da greve e das atividades em Brasília.

 

Assessoria de Comunicação

Hojemais