Geral

Governo concorda com adiamento do ano letivo e espera por prefeituras

Conforme o governador, há grandes chances de a alteração do calendário letivo ocorrer

A pedido dos prefeitos de vários municípios de Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado pretende definir, até o fim desta semana, se irá adiar o início das aulas nas 360 escolas da rede estadual de ensino. No cronograma divulgado no mês passado, as aulas para os 290 mil alunos estão marcadas para iniciar nas escolas de Campo Grande no dia 4 de fevereiro e no interior no dia 9. Durante reunião com diretores de todo o Estado na manhã de ontem, Reinaldo Azambuja declarou diferentes medidas com objetivo de provocar mudanças na educação sul-mato-grossense.

Conforme o governador, há grandes chances de a alteração do calendário letivo ocorrer, já que tudo depende do consenso entre os municípios. “Foi um pedido dos prefeitos para que eles tenham mais tempo para organizar as escolas, nós pedimos para que eles conversem entre eles e se for pactuado, o Estado não vai se opor a isso”, disse.

Se for autorizada, a mudança deve fazer com que o ano letivo comece de forma simultânea nas escolas da Capital e do interior depois do Carnaval, dia 18 de fevereiro. Para que a alteração não influencia no rendimento dos alunos, o encerramento das aulas deve ser estendido para meados de dezembro.

O início das aulas na rede municipal da Capital, no entanto, não deve ser alterado. Se o cronograma atual continuar a valer, as aulas começarão dia 5 de fevereiro.

 

viaGoverno concorda com adiamento do ano letivo e espera por prefeituras – Correio do Estado.

Governo concorda com adiamento do ano letivo e espera por prefeituras