- Destaque - Destaque Principal Geral

Gerente de 25 anos morre e pode ser a 5ª vítima da dengue

Rapaz estava internado desde domingo, no Hospital Universitário de Campo Grande

Pedro Guilherme Teodoro, de 25 anos, morreu no fim da tarde de ontem (24), no Hospital Universitário de Campo Grande, onde havia sido internado no domingo (21), com sintomas característicos de dengue. Ele pode ser a 5ª vítima da dengue neste ano em Mato Grosso do Sul.Ele morava na cidade de Coxim, onde gerenciava loja de móveis. Conforme o site de noticias Edição MS, da cidade, o rapaz teve os primeiros sintomas, como febre alta, na semana passada.

No entanto, no domingo o quadro de saúde dele se agravou e ele precisou ser encaminhado ao Hospital Universitário – referência no atendimento à doença epidemiológicas, na Capital. Pedro estava internado em leito da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

NÚMEROS

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou, ontem (24), a terceira morte por dengue em Mato Grosso do Sul. No entanto, em contato com a assessoria de imprensa do setor, na manhã de hoje (25), a reportagem doPortal Correio do Estado foi informada que haverá retificação do número. Foram confirmadas quatro mortes em decorrência da doença neste ano.

Três pacientes eram moradoras de Campo Grande: uma menina de 8 anos, a adolescente Karolina Ribeiro Soares Rodrigues, de 16 anos, e Leika Pereira Campos, 33. Em Dourados, foi um idoso de 77 anos. Sobre este último caso, a SES informou que ainda não foi notificada sobre a suspeita.

Conforme o boletim epidemiológico, na última semana foram notificados 1.772 casos de dengue no estado. De janeiro até hoje já foram 26.829 casos suspeitos.

Dos 79 municípios do estado, 55 apresentam alta incidência para dengue. Campo Grande é um dos municípios que está dentro da epidemia e já notificou 12.998 casos suspeitos em 2016.

 

Pedro morava em Coxim
(Foto: Reprodução/Facebook)

Correio do Estado