Três Lagoas

Fibria viabiliza melhorias em CEIs de Três Lagoas e beneficia mais de 1,2 mil crianças

jardim suspenso (1)Ações contemplam: implantação de hortas, jardins suspensos e cobertura de parquinhos.

Três Centros de Educação Infantil (CEI) de Três Lagoas (MS) receberam neste mês, melhorias que irão beneficiar mais de 1,2 mil crianças com idades entre 1 e 5 anos. A ação é parte do engajamento social da Fibria, que busca o desenvolvimento local nas comunidades onde atua.

As CEIs que receberam as melhorias foram selecionadas pela Secretaria Municipal de Educação de Três Lagoas, por meio de uma avaliação que levou em consideração os aspectos da infraestrutura de cada uma delas. O estudo das necessidades das unidades foi feito por uma equipe técnica, formada pela direção e coordenação dos centros educacionais.

“Buscamos adequar as propostas e otimizar os espaços para que as melhorias pudessem atender aos anseios das CEIs e, também, contribuir diretamente com o  desenvolvimento das atividades didáticas das crianças com base na conscientização e sensibilização ambiental”, diz a consultora de meio ambiente da Fibria, Líllian Carvalho, complementando que as obras foram concluídas em sete meses.

Melhorias

No CEI Neif de Souza Lima, localizado no Bairro JK, foi construída uma cobertura para sombreamento do parquinho infantil e adequação da brinquedoteca. “Para nós, todas as melhorias foram de grande ajuda. Por causa do sol, as crianças utilizavam o parquinho somente no final da tarde, porque mesmo no início do dia a temperatura é alta. Agora, podemos utilizar o espaço durante todo o período e desenvolver inúmeras atividades lúdicas”, afirma a diretora Vânia Maria Arioza Zorzi.

Para conscientizar as crianças sobre a importância da preservação ambiental e sobre a mudança de hábitos relacionados à educação alimentar, nas CEIs Maria Aparecida do Nascimento Castro (bairro Santos Dumont), e Diógenes de Lima (bairro Jardim Dourados), foram desenvolvidas ações com hortas e jardins suspensos.

“Utilizamos materiais recicláveis fáceis de serem encontrados, como a garrafa pet. Isso poderá incentivar as crianças a desenvolverem uma horta em casa e inserir toda a família no aprendizado adquirido na escola”, diz a consultora de meio ambiente da Fibria, Líllian Carvalho.