- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Fibria inaugura o primeiro apiário experimental da Costa Leste (MS) e contribui para o fortalecimento da apicultura na região

Com o intuito de disseminar conhecimentos e técnicas que fortalecerão a cadeia produtiva da apicultura no Mato Grosso do Sul, a Fibria, em parceria com a Syngenta, inaugurou, na última sexta-feira (11), o primeiro Apiário Experimental da região Costa Leste (MS).

Localizado na Fazenda Palmito, próximo à fábrica da Fibria em Três Lagoas (MS), o local possui estrutura semelhante a um centro de pesquisas, no qual será possível realizar estudos para o melhoramento das abelhas, incluindo desde a seleção até a multiplicação da espécie.

O apiário atenderá 133 apicultores de cinco associações beneficiadas pelo Programa Colmeias. A ideia é compreender a abelha na sua totalidade e descobrir quais são as potencialidades que podem e devem ser multiplicadas. Todo o conhecimento adquirido por meio do desenvolvimento dessas pesquisas será disseminado entre os associados do programa.

“O objetivo é desenvolver novas técnicas que permitam melhorias nutricionais e genéticas, com avanços no monitoramento das abelhas e na produtividade do mel”, afirma Flávia Tayama, coordenadora de Sustentabilidade da Fibria.

Parceira da Rede Responsável, a Syngenta, por meio do The Good Growth Plan – seu Plano de Agricultura Sustentável – desenvolve atividades que demonstram que é possível harmonizar o trabalho de agricultores e apicultores, preservar a biodiversidade e promover as cadeias produtivas de alimentos, como a do mel, proporcionando a melhoria na geração de renda e qualidade de vida das comunidades.

“Entendemos que a manutenção das populações de abelhas saudáveis e os serviços de polinização que elas fornecem são essenciais para promover a biodiversidade e um sistema agrícola próspero. Estamos certos de que o apiário experimental, desenvolvido em parceria com a Fibria, se tornará uma importante referência no país para essa questão”, explica Rose Rodrigues, diretora de Registro da Syngenta.

Rede Responsável

Ferramenta de compartilhamento de investimento socioambiental da Fibria, a Rede Responsável nasceu dos aprendizados decorrentes dos projetos de investimento orientados para o desenvolvimento econômico e social das comunidades com as quais se relaciona, da necessidade de consolidar os princípios de sustentabilidade às práticas da Fibria de engajar mais empresas aos processos de desenvolvimento local.

A Fibria, por meio da Rede Responsável, atua como elo entre as organizações parceiras e as associações beneficiadas, prestando todo o suporte necessário para a gestão dos projetos e prestação de contas dos investimentos realizados, transferindo aos parceiros as experiências e vivências relacionadas ao conhecimento adquirido com os projetos de investimento socioambiental.

Programa Colmeias

O Colmeias é um programa que atua em três eixos: organização e gestão das associações, produção e comercialização do mel. Tem como objetivo contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos apicultores, gerando trabalho e renda por meio do desenvolvimento e aperfeiçoamento da cadeia apícola. As colmeias são instaladas em áreas da Fibria, onde as florestas estão em fase de floração, para que as abelhas se utilizem do néctar para a produção do mel.

Somente em Mato Grosso do Sul o programa conta com a participação de 133 apicultores que residem nos municípios vizinhos às operações da Fibria: Três Lagoas, Brasilândia, Água Clara e Selvíria.

A empresa Zapata Consultoria, especializada em consultoria apícola e referência na América Latina, fornece conhecimento e novas técnicas aos apicultores. O intuito é aumentar a produtividade média do mel em curto prazo em meio às florestas plantadas da unidade.

O Programa Colmeias está alinhado aos objetivos e metas da Fibria, que são o desenvolvimento local de forma integrada e compartilhada com as comunidades rurais vizinhas e a produção autossustentável de culturas alimentícias junto aos plantios de eucalipto. Além disso, o projeto promove a diversificação das atividades agrícolas, a geração de renda em regiões onde a Fibria atua e, principalmente, a qualidade de vida das pessoas inseridas neste contexto.

Informações à Imprensa:

Luciana Navarro

Assessora de Imprensa Fibria | Mato Grosso do Sul