- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Fevereiro: nova data prevista para inauguração da ponde que ligará MS e SP

Com verba e empresa, tempo chuvoso atrapalha mais uma vez a conclusão da ponte nova

A inauguração da ponte que fará a ligação entre os Estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo sobre o Rio Paraná foi adiada mais uma vez, devida as condições climáticas, que impedem que a pavimentação seja feita.

A ponte começou a ser construída em 2012, e já teve sua conclusão adiada várias vezes.

OBRA

Segundo o Engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), Milton Rocha Marinho, existem várias especulações sobre a obra.

“Ouvimos por aí que é por falta de verba, que a empresa não estaria mais trabalhando, e nem estaria mais na cidade, são boatos que não tem nada a ver com os motivos pelos quais ela ainda não foi inaugurada”, afirmou Marinho.

De acordo com o engenheiro, não foi possível cumprir o prazo novamente devido o tempo chuvoso.

Faltando apenas a pavimentação, Marinho explicou que as chuvas, o tempo úmido e até mesmo pós-chuva, inviabiliza a empresa de realizar o trabalho na ponte, que se for feito nessas condições climáticas, será danificada em seguida.

“Estamos tentando concluir, fizemos uma prorrogação contratual, estendendo o prazo para fevereiro. Estamos contando com um tempo mais longo de estiagem nesse período, temos recurso e a empresa, o problema é apenas climático”, concluiu.

PONTE

A ponte que irá acabar com o transito da Usina Hidrelétrica Engenheiro Souza Dias (Jupiá), é uma obra de 1.344 metros de extensão e 6.648 metros de acessos.

 

(Foto: André Mitterer)

Camila Carvalho