Política

Equipe de transição de Azambuja recebe parte dos documentos solicitados

A equipe de transição do governador eleito Reinaldo Azambuja recebeu da atual administração, na segunda-feira (1º), parte dos documentos solicitados. Foram entregues informações de 12 pastas do governo de Mato Grosso do Sul. A intenção da equipe de transição é concluir o levantamento sobre a situação do governo até o dia 15 de dezembro, mas ainda depende de documentos de pastas importantes como Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), SED (Secretaria de Estado de Educação), Secretaria de Estado de Habitação e das Cidades e Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Foram entregues, em papel e em mídia digital, informações da Setas (Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social), Semac (Secretaria de Estado de Meio Ambiente), Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia), Secretaria de Gestão de Recursos Humanos, Seprotur (Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), Iagro (Agência de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e Jucems (Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul).

O governo entregou ainda dados da Agência de Metrologia, Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), MS-Mineral (empresa responsável por gerir, explorar e pesquisar recursos minerais), Sefaz (Secretaria de Fazenda), SAD (Secretaria de Administração), Agiosul (Agência Estadual de Imprensa Oficial de Mato Grosso do Sul), Escolagov (Fundação Escola de Governo), Ageprev (Agência de Previdência Social), Seop (Secretaria de Obras Públicas), Fundação de Cultura e Secretaria Estadual Extraordinária de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios.

A entrega foi feita pelo governador André Puccinelli diante do atual e do futuro Procurador-Geral de Justiça do MP-MS (Ministério Público Estadual), respectivamente, Humberto de Matos Brittes e Paulo Cezar dos Passos; do presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB); e de líder e vice-líder do governo na Casa de Leis, respectivamente, Junior Mochi (PMDB) e Marcio Fernandes (PTdoB); além de secretários, equipes de transição e imprensa, entre outros.

Coordenador da equipe do futuro governo, Marcelo Miglioli pediu que a entrega dos documentos que faltam seja feita, se possível, até o dia 5 de dezembro. A secretária Thiê Higuchi (Administração), que comanda a equipe de transição do atual governo, prometeu fazer um esforço para entregar até essa data pelo menos parte dos documentos.

“O governo colocou dia 10 para entregar os documentos. Nós pedimos para antecipar essa data para facilitar o trabalho. Vamos colocar os documentos à disposição da equipe de transição e fazer o levantamento mais completo possível”, explicou Marcelo Miglioli.

Dinheiro em caixa – Durante a entrega dos documentos, o governador André Puccinelli prometeu cumprir a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) e deixar dinheiro em caixa caso não consiga concluir alguma obra.

 

(*) Assessoria de comunicação

viaEquipe de transição de Azambuja recebe parte dos documentos solicitados – Perfil News – Notícias de Três Lagoas e região.

Equipe de transição de Azambuja recebe parte dos documentos solicitados