- Destaque - Destaque Principal Política

Eleições municipais já agitam os bastidores da política com possíveis prefeitáveis

Pré-candidatos tem menos de dois meses para mudar de partido

O ano de 2016 começa, e com ele as articulações com vistas às eleições de outubro, com partidos e pré-candidatos se mobilizando nesse sentido. Além da costumeira correria para costura de alianças partidárias, este ano há um fato novo em relação aos pleitos anteriores, que acelera anda mais o ritmo do ano eleitoral: a mudança de um ano para seis meses do prazo de filiação partidária e a “janela da infidelidade”, que permite a desfiliação, sem perda de mandato, nos 30 dias que antecedem o fim deste prazo, ou seja, março de 2016.Em Três Lagoas as especulações dão conta de que alguns vereadores ainda podem trocar de partidos aproveitando esta janela, como é o caso de Sirlene da Saúde (Pros) e Vera Helena. A segunda já estaria quase certa para ingressar no PSDB. Tem ainda o caso de Gil do Jupiá (PSB), que também teria interesse em pousar no ninho tucano, já que pode não conseguir espaço para concorrer por seu partido.

PREFEITÁVEIS

Em relação às eleições majoritárias, a principio estaria estabelecida a pré-candidatura do deputado estadual Angelo Guerreiro (PSDB) e muitos são os partidos e pré-candidatos que se acotovelam para conseguir espaço em seu time – principalmente querendo ser seu vice -, devido ao suposto favoritismo de seu nome. Mas outros nomes também têm externado o forte interesse em se firmar como candidatos. É o caso do vereador petista Idevaldo Claudino e do advogado e empresário pedetista Rógerson Rímoli.

E nesse início de ano, o nome do ex-deputado e ex-presidente do Tribunal de Contas, Cícero de Souza, tem estado muito mais presente nas especulações de bastidores.

Recentemente foi postado em uma rede social, por exemplo, que ele esteve visitando os “companheiros” da cidade já como pré-candidato. “Os três-lagoenses são inteligentes e saberão prestigiar o ex-presidente do tribunal de contas”, comentou o cidadão, que diz ter estado com ele em uma reunião no bairro de Jupiá.

Cícero sempre teve o nome lembrado entre os prefeitáveis e, em entrevista ao Hojemais durante as eleições 2014, deixou escapar o seu interesse em governar a cidade na qual viveu a maior parte de sua vida. Ainda que não encabece uma chapa majoritária, não se descarta a possibilidade de ele investir em um candidato de família tradicional da cidade para fazer frente ao caubói.

Guerreiro, Idevaldo, Rogerson e Cícero são nomes cotados para a prefeitura (Foto: Montagem Hojemais)

João Maria Vicente

Hojemais