- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Eldorado Brasil aposta em eficiência nas florestas

Iniciativas da empresa garantem aumento de produtividade e competitividade, com otimização de recursos

Eficiência operacional e investimento em inovação são dois dos principais fatores que levaram a Eldorado Brasil a um lugar de destaque no cenário global de celulose. Em menos de três anos, a empresa atingiu um desempenho excepcional na área Florestal, garantindo o fornecimento de madeira para produção de 1,7 milhão de toneladas por ano – só nos primeiros nove meses do ano foram colhidos mais de 4,2 milhões de m³ de eucalipto para atender à demanda.

A aposta da companhia é otimizar o uso de recursos para redução de custos. Em processo de diminuição da distância média de suas florestas até a unidade industrial em Três Lagoas (MS), recentemente a Eldorado encerrou suas atividades de colheita de eucalipto em São Paulo, o que garantiu uma economia de R$ 3 milhões ao mês só em pedágio e a otimização de sua estrutura florestal. Atualmente são mais de 200 mil hectares plantados.

“As iniciativas da área impactam positivamente nossos resultados e demonstram nosso pioneirismo em relação ao mercado. No campo, estamos sempre em busca de inovações com adoção das melhores tecnologias disponíveis no mercado, além do desenvolvimento interno”, afirma Germano Vieira, diretor Florestal da companhia.

Para garantir sua competitividade, a Eldorado também aposta na mecanização de todo o processo florestal, desde a preparação do solo e do plantio até a colheita. Atualmente a companhia tem 85% de seus processos feitos por máquinas, enquanto a média do setor é de 42%, de acordo com o Ipef (Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais). Além de gerar economia financeira e garantir aumento de produtividade por hectare plantado, a iniciativa também beneficia trabalhadores, que são menos expostos a riscos e mais especializados.

Muitas das tecnologias adotadas pela área Florestal foram desenvolvidas dentro da Eldorado para solucionar os mais variados tipos de problema. Para o transporte de mudas do viveiro até as frentes de plantio, a área de Desenvolvimento Operacional e Projetos Florestais criou um sistema simples e eficiente, substituindo as caixas tradicionalmente utilizadas por módulos de prateleiras, praticamente dobrando o número de plantas por viagem.

Outro exemplo é o uso de tablets na gestão florestal. Por meio de um aplicativo, é possível acessar remotamente e de forma integrada informações estratégicas sobre as áreas plantadas, substituindo mapas e outros documentos impressos. Entre os detalhes disponibilizados pela solução estão dados coletados pelos drones (ou Vants – veículos aéreos não tripulados) da empresa e os gerados pelo programa de inteligência artificial (ambas iniciativas em que a Eldorado também foi pioneira na aplicação em florestas), além da lista das operações já realizadas em determinado talhão, cuja localização exata é fornecida por meio do GPS. Tudo fica disponível em modo off-line, possibilitando consulta e navegabilidade nos dados mesmo sem conexão.

A Eldorado também tem atividades focadas no melhoramento genético de eucalipto visando à qualidade da madeira para atender a demanda da fábrica de celulose, pesquisando principalmente melhoramento genético, solos e nutrição, o monitoramento de pragas e doenças e qualidade da madeira.

 

Mais informações: 

Comunicação Eldorado Brasil

Sidnei Ramos l + 5567 3509-0320

sidnei.ramos@eldoradobrasil.com.br