- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Educação entra com recurso e nomeação de diretores está suspensa

professora

A presidente do Sinted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação) Maria Diogo, afirma que estão trabalhando para manter a eleição para diretores das escolas municipais de forma democrática.

Segundo Maria Diogo, o empenho se dá devido a uma denúncia que foi entregue ao Ministério Público, por conta de irregularidades em duas escolas municipais em Três Lagoas. Ela pensou que a ocorrência ficaria apenas na esfera administrativa; porém, o delator insistiu, pedindo várias vezes uma atitude do ministério, que decidiu que os diretores seriam nomeados, cancelando as eleições democráticas.

SURPRESA

“Há uns 25 dias, chegou aos meus ouvidos que a eleição foi julgada inconstitucional e que os diretores seriam a partir de então, nomeados”, disse Maria Diogo.

MULTA

A sindicalista contou que o MP ordenou que os atuais diretores fossem nomeados ou despedidos e se a alteração não acontecer no prazo de 30 dias a escola será multada.

RECURSO

Segundo Maria Diogo, já foi feito recurso de apelação por parte do Sinted e da Prefeitura Municipal.

“Quero acalmar a categoria. Estamos aguardando uma nova decisão do Tribunal da Justiça. Se for preciso vamos ao Supremo Tribunal Federal, pois precisamos manter o que foi conquistado há décadas”, explicou a professora.

RETROCESSO

Segundo a professora e responsável pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), Jussara Fernandes, foi uma surpresa essa decisão, pois a esperança dessa alteração não acontecer era grande.

“É um retrocesso essa decisão e nós queremos a eleição para diretor”, concluiu.

(Com informações de Aurora Villalba)

Camila Carvalho

Hoje Mais