Geral

Dobra número de mortes por gripe no Estado

gripe-250x166No ano passado, 29 pessoas foram a óbito por causa da doença, 21 pela H1N1, sete pela H3N2/ sazonal e uma Influenza “A” da qual não foi subtipado

O número de pessoas mortas pelo vírus da Influenza em Mato Grosso do Sul no ano passado, foi praticamente o dobro da quantidade registrada em 2013. Os dados são do boletim epidemiológico da Secretária de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o documento, há dois anos foram 15 mortes confirmadas, sendo quatro pela H1N1, três pela H3N2/ sazonal, influenza A duas e influenza B, seis vítimas.

Já no ano passado, 29 pessoas foram a óbito por causa da doença, 21 pela H1N1, sete pela H3N2/ sazonal e uma Influenza “A” da qual não foi subtipado. A gripe A, como é conhecida chegou ao conhecimento de todos em 2009, quando o mundo enfrentou uma pandemia, causando pânico e mortes em várias localidades.

Em Mato Grosso do Sul, a cidade com o maior número de mortes em 2014 foi a Capital, com 11 vítimas, seguida por Corumbá com quatro, Bela Vista com três, Maracaju com uma, Água Clara com um e Ribas do Rio Pardo também com um. Dourados não teve registros.

A doença ataca o sistema respiratório causando febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal estar.

A gravidade da infecção pelo vírus são as complicações como pneumonias, dificuldades respiratórias que podem levar à internação e até mesmo ao óbito.

VEJA AÇÕES DE PREVENÇÃO

  • Higienizar as mãos com frequência;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;
  • Evitar aperto de mãos, abraços e beijo social;
  • Reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração;
  • Evitar visitas a hospitais
  • Ventilar os ambientes.

 

Dourados News