Três Lagoas

Criança sofreu queimaduras de 3º grau e ficará com a tia, diz conselheira

(Foto: TL Notícia)

Ainda segundo a conselheira tutelar, mãe tentou matar pai há duas semanas

A conselheira tutelar Mirian Herrera, que acompanhou o caso da criança de cinco anos que teve queimaduras de 3º grau depois que a mãe jogou feijão quente em seu rosto, disse que o menino está sendo medicado para tirar a dor. O caso aconteceu na noite de sábado (7), em Três Lagoas (MS).

“Ficamos na UPA até por volta da 01h desta madrugada. Deixamos a criança sob a guarda da tia materna e entregamos a ela um termo de compromisso. O menino vai ficar com ela em sua casa no bairro Vila Alegre. Caso a mãe seja solta e tente pegar seu filho, nós vamos agir novamente e ela – tia – também poderá chamar a Polícia Militar para resguardar a integridade da criança”, explicou a conselheira.

Nesta segunda-feira (10), o caso será levado ao conhecimento da promotora da 4º Vara da Infância e Juventude, Ana Cristina que tomará as medidas legais. A família é reincidente em brigas.

Segundo a conselheira, há duas semanas a mulher tentou matar o maridos à facadas. “O casal fica embriagado constantemente e isto, ajuda nas brigas entre os dois. Tivemos a informação que ela tem outra menina de 09 anos e mora com a avó no Maranhão porque a menina tem medo da mãe e não quer vê-la”, disse Mirian.

Os pais passaram a noite na delegacia e estão sendo interrogados.

GABRIEL MAYMONE

viaCriança sofreu queimaduras de 3º grau e ficará com a tia, diz conselheira – Correio do Estado.

Criança sofreu queimaduras de 3º grau e ficará com a tia, diz conselheira