- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Comissão ouve mais um depoimento sobre coleta seletiva de lixo

Trabalhos dão continuidade ao processo administrativo que apura denúncia de possível desvio de recursos públicos na prestação do serviço

A comissão permanente de Educação, Meio Ambiente, Cultura, Desporto e Turismo da Câmara Municipal de Três Lagoas se reuniu, na manhã desta terça-feira (10), para dar continuidade à apuração da denúncia de desvio de recursos públicos na coleta seletiva de lixo.

Essa comissão, presidida pelo vereador Nilo Candido e que tem como membros os vereadores Klebinho e Apóstolo Ivanildo, é responsávelpelo trabalho de apuração da denúncia, aceita por meio da abertura de processo administrativo, enviado pelo Ministério Público Estadual (MPE) à Câmara de Vereadores,em outubro de 2015.Nesta fase dos trabalhos, a comissão tem realizado oitivas. Na manhã desta terça, foi ouvido o depoimento do empresário do ramo de materiais recicláveis, Francis Mario Geraldelli Rufino. Ele é proprietário e locador do “Barracão” onde trabalham os membros da Cooperativa Arara Azul, responsável pela separação dos materiais recicláveis.

Na denúncia formulada ao Ministério Público, consta que o local não conta com licença de funcionamento eque não existe termo de cooperação entre o Município e a Cooperativa, o que impediria a venda dos materiais recicláveis. Ainda assim, segundo o denunciante, a venda é realizadapara um único comprador e “tudo semnota e sem qualquer comprovação”.

Junto com o presidente da Comissão, esteve o vereador Klebinho (membro) e o próximo passo será uma nova visita à Cooperativa Arara Azul, para mais esclarecimentos que irão proporcionar a elaboração da conclusão dos trabalhos.

O relatório final a ser elaborado deverá ser lido em sessão plenária da Câmara, em data a ser anunciada, para votação e apreciação dos vereadores, antes de ser enviado ao Ministério Público, como explicou o vereador Nilo.

 

Imprensa CMTLS