- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Comissão faz nova visita a cooperativa Arara Azul

Após a fase de oitivas, os vereadores apóstolo Ivanildo, Nilo Candido e Klebinho – membros da Comissão de Permanente de Educação, Meio Ambiente, Cultura, Desporto e Turismo da Câmara Municipal de Três Lagoas, que investiga a denúncia de desvio de recursos públicos na coleta seletiva de lixo, da cidade – visitou a Cooperativa Arara Azul, para checar mais informações e conversar com os cooperados.

A comissão é presidida pelo vereador Nilo Candido e tem como membros os vereadores Klebinho e Apóstolo Ivanildo. Em outubro de 2015, o Ministério Público Estadual (MPE) encaminhou denúncia à Câmara solicitando a apuração dos fatos.

Desde então, os vereadores ouviram servidores da Secretaria de Meio Ambiental, da empresa Financial, da cooperativa e do empresário do ramo de reciclagem, Francis Mario Geraldelli Rufino, que aluga o barracão e maquinários para as famílias fazerem a separação e venda dos materiais.

A Prefeitura paga o aluguel do local, maquinário e caminhão, que recolhe os recicláveis da cidade. O custo soma R$ 76 mil.

Durante o trabalho de apuração dos vereadores foi constatada esse aporte financeiro e ainda a falta de um gestor, atuando na cooperativa, bem como, de alguns documentos para a regularidade do serviço.

Ainda durante a visita, os vereadores aproveitaram  para questionar os membros da diretoria da cooperativa, sobre o prazo para a locação do espaço, maquinário, que vence em dezembro e que tipo de ações estariam sendo tomadas.

Os vereadores ainda ponderaram que os trabalhadores, precisam regularizar a documentação, para buscar parcerias, financiamentos, para adquirir independência, ganhando corpo e gerando lucro maior para todos os cooperados.

Atualmente, a Arara Azul tem 24 cooperados, que trabalham no local, das 7h às 17h.

Para os trabalhadores também, os vereadores fizeram questão de falar da preocupação com o prazo para uso do galpão, bem como, de maquinários.

“Nosso objetivo, enquanto Comissão é preservar vocês e não prejudicar. É viabilizar ações, para que vocês possam ganhar mais do que ganham hoje”, pontuou o apóstolo Ivanildo.

O vereador citou o exemplo de uma cooperativa localizada, na cidade de Ribeirão Preto (SP), onde os entulhos de construção, geram um volume financeiro grande, para a cooperativa daquela cidade, devido ao investimento em maquinário.

Klebinho frisou que o grupo precisa se antecipar e ficar atento, porque a informação é que o contrato referente à locação do local e maquinário, não será renovado.

Além disso, o vereador falou da importância dos cooperados, adquirirem um prensa, esteira, para que caso haja uma mudança de lugar, eles continuem tendo como trabalhar.

A importância da regularização da documentação e, sobretudo, de um cooperado para atuar junto à administração municipal e principalmente buscar parcerias, cuidando da área administrativa, da cooperativa, foram pontos muito enfatizados pelos parlamentares.

“Vocês têm que acreditar no projeto de vocês, que é um projeto futurista, que tem tudo para crescer, mas é essencial, alguém para cuidar de toda a parte administrativa, buscar apoio”, frisou o vereador Nilo Candido.

Além da elaboração do relatório, pontuando cada ponto a ser melhorado, no trabalho da cooperativa, os vereadores se colocaram a disposição para somar com o grupo, viabilizar reuniões com a administração municipal.

 

Imprensa CMTLS