- Destaque - Destaque Principal Geral

Com suspeita de dengue, adolescente de 16 anos morre na Capital

Karolina pode ser a segunda vítima de dengue, neste ano

Karolina Ribeiro Soares Rodrigues, de 16 anos, morreu na tarde de ontem (13), no Hospital Regional Rosa Pedrossian, com a suspeita de dengue. Resultados de exames laboratoriais ainda não estão prontos, mas a causa da morte é apontada, a partir do acompanhamento que a jovem passou no Centro Regional de Saúde​ (CRS) do Coophavilla. Jovem pode ser a segunda vítima da doença, neste ano.Segundo a assessoria da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES), a jovem deu entrada na unidade no período da manhã e já apresentava um quadro clínico considerado grave. Karolina morreu  a tarde, no Centro de Terapia Intensiva (CTI), do hospital depois de uma parada respiratória.

De acordo com os atendimentos iniciais no CRS do Coophavilla, há possibilidade de que a adolescente tenha morrido em decorrência da dengue e o caso é investigado pela Vigilância Epidemiológica do Estado.

Segundo a mãe de Karolina, o corpo já está sendo velado e o enterro acontece no período da tarde.

SEGUNDA VÍTIMA

Karolina pode ter sido a segunda vítima de dengue na Capital, tendo em vista que na madrugada da última terça-feira (11), uma menina de 8 anos, diagnosticada com dengue clássica, morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vila Almeida, em Campo Grande.

Corpo já está sendo velado e o enterro acontece no período da tarde
(Foto: Reprodução / Facebook)

DANIELLE VALENTIM

Correio do Estado