- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Com incentivo da Fibria, redação de estudante de Selvíria (MS) ganha destaque nacional

Em parceria com o Ministério da Educação (MECe o Canal Futura, concurso incentiva a melhoria da escrita e da leitura

 A redação de uma estudante de 11 anos, moradora de um assentamento na região de Selvíria (MS), foi destaque nacional e a grande vencedora do Concurso Tempos de Escola, programa de mobilização social Parceria Votorantim pela Educação (PVE), realizado pelo Instituto Votorantim em parceria com a Fibria.Com o intuito de incentivar a melhoria da escrita e da leitura, o concurso premia redações de alunos dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas. Para isso, durante o ano a escola é assistida por uma estrutura do PVE que possibilita aos professores acesso a fóruns e formações que auxiliam no desempenho dos alunos em sala de aula. A iniciativa também conta com a parceria do Ministério da Educação (MEC) e do Canal Futura.

Por meio desse apoio, a estudante do quarto ano do ensino fundamental da Escola Municipal Rural São Joaquim – Polo e Extensões, Débora Vale, desenvolveu uma carta endereçada à mãe. A carta retrata a história de vida de Josiane Vale, que apesar de não ter tido a oportunidade de aprender a ler e a escrever, é a principal incentivadora dos estudos da filha. Em um trecho da redação, a estudante relata: “É, mãe, você consegue me fazer sentir especial ao me incentivar nos estudos, a não faltar na escola, a pedir explicações à professora quando não entendo a lição, a respeitar meus colegas e lutar para no futuro me tornar uma boa professora. Obrigada, mãe, você é muito especial”.

Segundo a professora Verônica dos Passos, a formação disponibilizada pelo programa, por meio da Fibria, foi essencial para o resultado conquistado pela aluna, que enfrenta diariamente 20 quilômetros de estrada de chão para estudar. “Esse prêmio incentiva tanto os alunos quanto nós professores, que mesmo lecionando dentro de uma escola rural, com todas as limitações, vemos que com dedicação e carinho à profissão nosso trabalho é reconhecido”, diz a professora, que ministra aulas há 12 anos no assentamento Canoas, em Selvíria (MS).

A analista de sustentabilidade da Fibria, Michelle Stricker, explica que a participação dos pais e professores e o envolvimento dos estudantes na mobilização social impactaram de forma positiva o ensino e a aprendizagem local. “Nesses três anos de parceria, o engajamento dos professores com a melhoraria da educação não poderia ter tido resultado melhor. Hoje é nítido o comprometimento da comunidade com a educação e temos a certeza de que eles manterão essa mobilização social em busca de resultados cada vez mais satisfatórios”, afirma Michelle.

Além da aluna Débora, que foi premiada com um notebook e uma bicicleta, o estudante Leonardo de Chico Silva, do 7º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Nelson Duarte Rocha, ganhou um tablet como reconhecimento. A redação dele, que abordou as atitudes para valorizar a educação e o aprendizado, foi a vencedora na categoria ‘destaque municipal’.