Três Lagoas

Civil ganha 17 novos policiais, mas terá atendimento reduzido com saída de estagiários contratados pela Prefeitura

Dezessete novos policiais civis estão sendo incorporados aos quadros da Polícia Civil de Três Lagoas, para dar suporte às ações de investigação na região. No entanto, ao mesmo tempo, a partir do dia 31 deste mês, o efetivo funcional das unidades da instituição local vai sofrer redução: 16 estagiários disponibilizados pela administração municipal que fazem serviços burocráticos nos distritos vão ser dispensados por conta de contenção de despesas por parte da Prefeitura, que atravessa momento crítico de finanças.

Tal situação foi enfocada pelo delegado Vítor Lopes, titular da Delegacia Regional de Polícia Civil, e repassada ao secretário Wantuir Jacini, da Justiça e Segurança Pública, que esteve na semana passada em visita a Três Lagoas, assuntando a estrutura policial da região. Jacini destacou a vinda dos novos 17 novos investigadores para comporem o efetivo da Regional, mas também se manteve preocupado com a dispensa dos estagiários.

Esses estagiários agilizam os nossos trabalhos e inclusive funcionam como escrivães, atuando em termos circunstanciados de ocorrências”

— Vitor Lopes – Delegado Regional

“Esse pessoal é fundamental para o perfeito andamento dos trabalhos nas delegacias e a falta deverá implicar no atendimento”, colocou Vítor Lopes, acrescentando que vai dialogar com a prefeita Marcia Moura para tentar adiar a dispensa dos estagiários. Ao mesmo tempo, o secretário de Segurança afirmou que também vai tentar junto à vice-governadora Simone Tebet (senadora eleita) alguma solução para o problema. “Vamos tentar de tudo para manter esse pessoal [estagiários] para atender as delegacias”, garantiu Jacini.

DESFALQUE

Segundo o delegado regional, na 1ª Delegacia de Polícia, são cinco estagiários; na 2ª DP, quatro; igual número na 3ª DP; na Delegacia da Mulher, são dois, enquanto que mais um atende a Delegacia Regional.

“Esses estagiários agilizam os nossos trabalhos e inclusive funcionam como escrivães “ad hoc” (“para esta finalidade”, conforme o Wikipédia), atuando em termos circunstanciados de ocorrências (uma peça que não precisa se revestir de formalidades especiais)”, enfatizou Lopes.

O regional estava, ontem à tarde (1º), distribuindo os novos policiais às unidades de segurança judiciária, na expectativa da chegada dos outros dois investigadores restantes.

 

viaCivil ganha 17 novos policiais, mas terá atendimento reduzido com saída de estagiários contratados pela Prefeitura – Perfil News – Notícias de Três Lagoas e região.

Civil ganha 17 novos policiais, mas terá atendimento reduzido com saída de estagiários contratados pela Prefeitura