Category Archives: Tecnologia

- Destaque - Destaque Principal Tecnologia

WhatsApp deixará de funcionar em alguns modelos de celulares

Published by:

Sistemas operacionais desenvolvidos pela BlackBerry e pela Nokia, além de versões antigas do Android, terão o aplicativo inviabilizado

O WhatsApp deixará de funcionar em cinco plataformas de celular até o final do ano: no BlackBerry (incluindo BlackBerry 10), no Nokia S40, no Nokia Symbian S60, no Windows Phone 7.1 e em versões antigas do Android (2.1 e 2.2). O aplicativo fez o anúncio no último sábado, na semana em que completou sete anos de existência.  Continue reading

- Destaque - Destaque Principal Tecnologia

Quatro agressores de mulheres são monitorados por tornozeleiras na Capital

Published by:

Base que monitora presidiários foi, oficialmente, declarada aberta hoje

”Presídio virtual”, como foi denominada a Unidade Mista de Monitoramento Virtual foi, oficialmente, criado, em decreto publicado no Diário Oficial do Estado, nesta quarta-feira (2), depois de termo de cooperação técnica assinado ontem (1). O objetivo é monitorar presos por meio de tornozeleiras eletrônicas. Quatro autores de violência doméstica já usam o equipamento há 60 dias, em caráter experimental, conforme o diretor da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Ailton Stropa. Continue reading

- Destaque - Destaque Principal Tecnologia

WhatsApp para Android é atualizado e traz novo visual

Published by:

A nova interface é muito mais limpa e vem no esquema visual do Material Design

O WhatsApp liberou uma atualização da sua versão para Android. A principal mudança para os usuários é o novo visual do aplicativo.

Diga-se de passagem, uma mudança muito bem vinda. O visual do aplicativo era o mesmo há anos. A nova interface é muito mais limpa e vem no esquema visual do Material Design, que foi lançado pelo Google junto com a versão 5.0 Lollipop do Android. Continue reading

Tecnologia

Microsoft vai abandonar Internet Explorer, lançado em 1995

Published by:

A Microsoft confirmou que o seu novo navegador, chamado internamente de Spartan, não vai ter a marca Internet Explorer -o que aponta para o fim do browser, lançado originalmente em 1995.

“Nós estamos pesquisando qual nova marca, ou novo nome, nosso navegador navegador deve ter no Windows 10”, afirmou Chris Capossela, diretor de marketing da companhia, durante a conferência Microsoft Convergence, segundo o site “The Verge”.

“Nós continuaremos a ter o Internet Explorer, mas também teremos um novo navegador, que tem o codinome de projeto Spartan. Nós temos que dar nome à coisa.”

Algumas versões do sistema operacional Windows 10 ainda devem ter o antigo browser, por razões de compatibilidade com sites antigos, e também o novo, que será o principal.

A mudança de marca tem a intenção de melhorar a reputação da companhia no mercado de navegadores, já que o Internet Explorer é constantemente relacionado a falhas e lentidão. A empresa crê que, apesar de ter melhorado o programa, as pessoas ainda o relacionam a versões anteriores problemáticas.

De acordo com o serviço Statcounter, que rastreia o uso de 3 milhões de sites no mundo, o Chrome, do Google, é usado em 65,6% dos acessos no Brasil, mais de três vezes mais que o Internet Explorer, que tem 18,27%, que se mantém à frente do Firefox (18,8%).

No mundo, o Chrome, que assumiu a liderança em meados de 2012, tem participação de 48,9%, contra 18,2 do programa da Microsoft e 16,8 do Firefox.

Capossela disse que, nos testes com consumidores no Reino Unido, os nomes com maior apelo eram aqueles com “Microsoft” no começo, então é provável que a nova marca tenha a palavra no começo.

 

 

viaMicrosoft vai abandonar Internet Explorer, lançado em 1995 – Correio do Estado.

Microsoft vai abandonar Internet Explorer, lançado em 1995

Tecnologia

Xícara é criada para astronautas beberem café no espaço

Published by:

Uma máquina de café também está sendo projetada para que astronautas possam fazer bebidas quentes sem problemas

o astronautas receberam uma boa notícia nesta semana: em breve, vão poder curtir aquela xícara de café no espaço, sem nenhum problema. Pesquisadores disseram que o novo objeto foi desenhado especialmente para situações sem gravidade. As informações são do Daily Mail.

Para criar o formato inovador, os designers envolvidos tiveram de usar simuladores de gravidade. As xícaras foram criadas e impressas em 3D pelos pesquisadores da Universidade do Estado de Portland e pela Faculdade de Engenharia e Ciências da Computação de Maseeh. Os seis exemplares serão enviadas à Estação Espacial Internacional em fevereiro de 2015.

“Sua geometria é inteligente, fornecendo um sistema de controle de fluidos sem a necessidade de bombas ou forças centrífugas”, disse Drew Wollman, que desenvolveu o sistema. “A forma do recipiente pode conduzir fluidos para locais desejados, sem peças móveis que exploram as forças passivas de molhagem e tensão superficial”, explica.

Agora, os astronautas poderão usar a máquina de expresso que já existe na estação espacial, levada pelo astronauta italiano presente entre a tripulação.

O sistema criado pelos especialistas é a segunda inovação anunciada para a alimentação dos astronautas sob gravidade zero nos últimos meses. Anteriormente, a Empresa de café Lavazza anunciou que está trabalhando com uma empresa de engenharia e especialistas de alimentos Argotec para construir uma máquina de café italiano para os astronautas. Chamada ISSpresso,  esta seria a primeira máquina de café capaz de trabalhar na estação espacial, onde os princípios que regem a dinâmica dos fluidos e as misturas de líquidos são muito diferentes daquelas típicas na Terra. A máquina protótipo está sendo testado.

Ele usa um “sistema de cápsulas” que enche sacos plásticos com café expresso e outras bebidas quentes, como chá.

TERRA

viaXícara é criada para astronautas beberem café no espaço – Correio do Estado.

Xícara é criada para astronautas beberem café no espaço

Tecnologia

WhatsApp lança versão oficial do aplicativo para a web

Published by:

O serviço está disponível apenas para usuários de Android, Windows Phone e Blackberry

O aplicativo WhatsApp finalmente resolveu atender a um antigo clamor dos seus usuários: uma versão oficial para ser utilizada pelo computador!

Em um comunicado oficial divulgado no blog do App, nós somos apresentados ao WhatsApp Web, um serviço exclusivo para quem já é cliente do aplicativo em seus smartphones.

Funciona assim: basta entrar no site web.whatsapp.com pelo Google Chrome e escanear com seu smartphone o código QR que aparece na tela. Pronto, você já pode falar pelo WhatsApp pelo computador! Ah, mas seu celular precisa estar conectado à internet, ok?

O serviço funciona como um espelho do telefone, com o navegador apenas reproduzindo o que está no aparelho. Tudo continua salvo no seu smartphone.

A má notícia, por enquanto, fica para os usuários de iOS, devido a “limitações da plataforma da Apple”, como avisa o blog. Por isso, o serviço está disponível apenas para usuários de Android, Windows Phone e Blackberry.

E aí, será que realmente o serviço é útil?

 

 

Papel POP

viaWhatsApp lança versão oficial do aplicativo para a web. Hojemais

WhatsApp lança versão oficial do aplicativo para a web

 

 

Tecnologia

Tecnologia: Congresso de Cidades Digitais apresenta políticas públicas e soluções para implantação de projeto

Published by:

Evento realizado nesta quinta e sexta-feira, em Foz do Iguaçu, reúne prefeitos e gestores públicos de 100 diferentes localidades, de nove estados brasileiros

Teve início nesta quinta-feira (27), em Foz do Iguaçu, o II Congresso Paranaense de Cidades Digitais, que reúne gestores públicos de 100 diferentes municípios, de nove estados brasileiros, interessados em conhecer soluções e as experiências de localidades que estão à frente no processo de investimento em infraestrutura e melhoria dos serviços públicos a partir da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). A programação do evento, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD), vai até esta sexta-feira (28).

O prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, falou sobre o planejamento para 2015 na área como, por exemplo, a adoção de um dispositivo para melhorar o tráfego do transporte público, com a liberação dos semáforos para os ônibus, utilização de georreferenciamento para regularização de moradias e de programas para identificar problemas na iluminação pública. “O escopo desse Congresso acaba fortalecendo porque a gente tem oportunidade de descobrir tecnologias que estão sendo aplicadas em outras cidades do Paraná e colocar em discussão para aplicação”, disse ele durante a abertura do Congresso, que também contou com a presença da secretária nacional de Inclusão Digital, Lygia Pupatto, e da secretária Especial para Assuntos Estratégicos do Estado, Cleci Amadori, além de prefeitos representando associações de municípios.

A Rede 399 foi uma das políticas públicas apresentadas durante o primeiro do Congresso. “Hoje para se fazer uma gestão municipal eficiente tem que estar usando a tecnologia de uma forma intensa, mas com planejamento. A Rede 399 vem justamente para auxiliar os municípios no planejamento do projeto de tecnologia”, destacou Cleci Amadori.

Telêmaco Borba é um dos municípios do Estado que atua para ampliar o projeto de cidade digital do município. Além de uma série de iniciativas, como o agendamento de consultas online e acompanhamento do processo pedagógico dos alunos, o Telêmaco Borba Digital leva o sinal gratuito de internet com qualidade para a população. “No mundo digital abre-se o leque que vai te oferecendo ideias e oportunidades. Sou prefeito de primeira gestão e em campanha política havia um anseio da população pedindo melhorias em telefonia e internet, até pelo alto custo que era para ter acesso à informação. Com base nisso fomos amadurecendo a ideia e tivemos a visão de que era um serviço muito importante pra nossa gente. Fomos procurando conhecer o que já existia em mercados e fomos montando parcerias, conseguindo desenvolver um bom projeto e um bom atendimento da cidade digital a baixo custo”, conta o prefeito Luiz Carlos Gibson.

Os prefeitos de Viçosa do Ceará, Divaldo Carneiro Soares, e de Vitória da Conquista (BA), Guilherme Menezes, apresentaram os projetos de Cidade Digital das localidades e destacaram a troca de experiência proporcionada pela participação no Congresso. Em Vitória da Conquista, o sinal de internet na zona rural e distritos afastados do centro urbano vem possibilitando a continuidade dos estudos de jovens e adultos. As duas localidades fazem parte do programa fomentado pelo Ministério das Comunicações.

De acordo com Lygia Pupatto, secretária de Inclusão Digital – órgão ligado ao MiniCom -, a segunda fase da iniciativa inclui a oferta de aplicativos de gestão para as cidades participantes como a possibilidade de agendamento de consultas médicas e matrículas escolares, serviços de governo, gestão tributária e financeira, entre outras.

O projeto-piloto, em 2012, contemplou 80 cidades. Em 2013, o Cidades Digitais foi incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal, selecionando 262 cidades com população de até 50 mil habitantes. “O Banda Larga para Todos vai dar infraestrutura para 90% dos municípios”, adiantou ela sobre a proposta do governo federal para 2015.

Segundo a secretária, é preciso aprofundar o debate com as companhias de energia elétrica do país, fator que atrasou o desenvolvimento do projeto em diversos municípios. Ela afirmou que estudos voltados para investimento na fibra óptica subterrânea estão sendo feitos como uma solução para barateamento de custos da proposta. “Tem que pensar na sustentabilidade do projeto e estamos discutindo a legislação para consórcios municipais”, disse aos prefeitos e gestores.

Prefeito inovador – A Rede Cidade Digital homenageou gestores que estão investindo em tecnologia para melhoria dos serviços públicos e promovendo ainda inclusão digital. Segundo José Marinho, diretor da RCD, foi uma forma de reconhecer o papel importante do Executivo local neste processo. “O importante é que cada vez mais têm aparecido atores interessados em transformar as localidades e colocar as ideias em prática. Isso tem sido um incentivo para fomentarmos a iniciativa e realizarmos eventos desta natureza”, frisou Marinho.

A programação do II Congresso de Cidades Digitais desta sexta-feira inclui a apresentação de fontes de financiamento por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE); Drones e Big Data na gestão pública; Legislação municipal para Cidades Digitais, Governança em TIC, entre outras.

viaJORNAL DIA DIA – Tecnologia: Congresso de Cidades Digitais apresenta políticas públicas e soluções para implantação de projeto.

Tecnologia: Congresso de Cidades Digitais apresenta políticas públicas e soluções para implantação de projeto