Três Lagoas

Caso Jatobá: Monumento histórico está guardado na antiga oficina da NOB

A reportagem do portal TL Noticias esteve na antiga oficina da ferrovia NOB e encontrou o Jatobá guardado dentro de um barracão

Conforme foi questionado aos vereadores Adão da APAE e Marisa Rocha no último domingo (02) pelo três-lagoense Laucídio Azambuja – que fez a pergunta aos parlamentares sobre o paradeiro do antigo “Jatobá” de Três Lagoas quando eles participavam de um protesto na Praça Ramez Tebet – o site TL Noticias entrou em contato na manhã desta terça-feira (24) com o Departamento Municipal de Cultura para dar resposta ao questionamento do munícipe.

A diretora do departamento, Vickie Vituri disse à reportagem que após ser feito legalmente a retirada do antigo “Játobá”, a prefeitura havia contratado o artesão três-lagoense conhecido como “Narciso entalhador” que faria o serviço em um prazo de 12 meses e por ele, seria cobrado pouco mais de R$ 7.700,00.

Segundo ainda a diretora, após o artesão iniciar o trabalho no tronco da árvore, mudou de ideia quanto ao valor que havia cobrado para fazer o serviço, pedindo um valor mensal de R$ 2,400. 00.

Diante o pedido, a diretora da Cultura fez um projeto para que o pedido fosse aprovado junto ao setor de finanças do município e assim, fizesse os pagamentos mensais exigidos pelo entalhador.

“Devido os tramites e alguns problemas que surgiram na época, isto levou certo tempo para ser liberado e devido à crise que a cidade passava naquele ano, não teve sua liberação aprovada. Automaticamente surgiram algumas criticas e polêmica sobre o futuro do Jatobá, foi quando decidimos suspender os serviços que seriam feitos no tronco da árvore para ser entregue a população no aniversário do ano passado”, explicou Vickie.

A partir deste momento, a árvore – que estava aguardada em um terreno no bairro Vila Nova a pedido de Narciso – foi removida do local e como forma de manter sua preservação foi levada e guardada em um espaço pertencente à ferrovia.

“Neste ano do centenário, o artesão Gilberto que trabalha aqui com agente fará sua restauração e assim, vamos recolocá-lo em seu lugar de origem e manter a história do município. Vamos fazer um espaço quase que parecido com árvores centenárias que estão expostos em um outlet na rodovia Dom Pedro na região da idade de Campinas”, explicou a diretora de Cultura.

A reportagem do portal TL Noticias esteve na antiga oficina da ferrovia NOB e encontrou o Jatobá guardado dentro de um barracão.

 

Por: Marco Campos

viaCaso Jatobá: Monumento histórico está guardado na antiga oficina da NOB – TL Notícias – Notícias de Três Lagoas e região.

Caso Jatobá: Monumento histórico está guardado na antiga oficina da NOB