- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016 pede o envolvimento de todos os cristãos em torno do bem comum

Com o intuito de garantir o direito ao saneamento básico e proporcionar o empenho das políticas públicas para que garantam o cuidado e o bem estar à população, foi lançada ontem (10/2), na Diocese de Três Lagoas e em todo o Brasil, durante a Missa de Quarta-feira de Cinzas, a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016 (CFE): “Casa comum, nossa responsabilidade”.

Com o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5, 24), este ano a proposta é que a campanha seja ecumênica, ou seja, que envolva ativamente outras religiões cristãs para que o objetivo possa ser alcançado. “O nome já diz: ‘Casa comum, nossa responsabilidade’. É hora de juntos nos empenharmos pelo direito ao acesso a saúde e bem estar da população. Como cristãos somos chamados a cuidar do meio ambiente e zelar pela criação divina”, disse o Bispo da Diocese de Três Lagoas, Dom Luiz Knupp.

 

A campanha também envolve o poder público, um dos principais responsáveis do acesso das comunidades ao saneamento básico. “Não podemos esquecer da nossa obrigação enquanto cidadãos, que é cobrar o poder público para que seja garantido a limpeza urbana, o controle de transmissores de doenças, o abastecimento de água potável, dentre outras medidas essenciais para manter a qualidade de vida e a saúde”, explica Dom Luiz.

O Bispo também lembra a obrigação dos cristãos, que são chamados a refletir sobre o tema e buscar, de forma participativa, uma solução para a melhoria desses problemas. “Nós temos o direito de cobrar, porém, temos o dever de rever nossas ações e repensar alguns hábitos. A Igreja nos convida a promover essa ação, mas, o que eu tenho feito para mitigar a degradação do meio ambiente? Para impedir o criadouro dos mosquitos transmissores de doenças? Eu tenho utilizado a água de forma sustentável? Participo dos fóruns e discussões sobre as políticas públicas da minha cidade? Ou seja, a garantia de uma melhor qualidade de vida também é nossa responsabilidade”.

 

Apesar do ápice da campanha ser durante o período da Quaresma, que se iniciou ontem (10/2) e segue até o Domingo Ramos (20/3), Dom Luiz destaca que é necessário o empenho de todos para que as discussões e ações continuem para que possam ser concretizadas. “Estamos levantando questões para serem trabalhadas de forma contínua durante o ano com o intuito de serem aplicadas de forma permanente. Afinal, ter uma saúde de qualidade e garantir a preservação ambiental não é possível por meio de uma única ação, mas sim, através de atitudes participativas que envolvam toda a comunidade em torno do bem comum”.

 

Gesto concreto

 

Uma comissão diocesana trabalha no levantamento de dados para ser elaborada uma ação concreta sobre o tema. “Precisamos enxergar o todo e planejar uma ação que contemple as nossa realidade e as nossas necessidades”, disse Dom Luiz que completou, que toda a comunidade será convidada a participar deste gesto concreto e, dessa forma, contemplar o tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016 (CFE): “Casa comum, nossa responsabilidade”.

CF2016_1

 

 

Sobre a Diocese de Três Lagoas

 

A Diocese de Três Lagoas (Dioecesis Trilacunensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica com sede episcopal em Três Lagoas (MS). Foi criada pelo Papa Paulo VI em 3 de janeiro de 1978.

 

Abrange um total de 10 cidades (Três Lagoas, Selvíria, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Água Clara, Brasilândia, Chapadão do Sul, Santa Rita do Pardo, Inocência e Cassilândia), e contempla 15 Paróquias com mais de 108 capelas/comunidades.

 

Diácono Roberto Rabelati – Chanceler da Cúria Diocesana de Três Lagoas

Fone: (67) 3521-3027 / (67) 8120-2199

e-mail: pascom.diocese3lagoas@gmail.com

www.diocese3lagoas.com.br

Pastoral da Comunicação da Diocese de Três Lagoas – Pascom