Geral

Aquário do Pantanal custará mais R$ 80 milhões; obra chegará a R$ 324 milhões

A cada novo levantamento, atração turística fica cada vez mais cara

Chega a até R$ 80 milhões o valor que falta para deixar o Aquário do Pantanal funcionando. O levantamento da Comissão Temporária que analisa a legalidade e o andamento do empreendimento constatou a necessidade do aporte nesse valor. A obra que seria emblemática na gestão do ex-governador André Puccinelli (PMDB) foi abandonada e deixada como herança para a nova administração. Conforme publicado pelo Correio do Estado, os gastos já chegaram a R$ 244 milhões. Somando com o recurso que falta, o ponto turístico custará R$ 324 milhões.

Na sexta-feira passada, o secretário de Estado de Infra-estrutura, Ednei Marcelo Miglioli, afirmou que o dinheiro deixado em caixa pela antiga gestão, garantindo o término do empreendimento estava incompleto. Apesar de o ex-governador ter driblado a Assembleia Legislativa para garantir R$ 34 milhões de recursos de compensações ambientais, só foram encontrados em caixa R$ 30,2 milhões.

Para evitar mais uma obra inacabada e ter seu custo elevado pela inflação do tempo em que o empreendimento ficasse parado, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), já sinalizou que vai buscar os recursos que faltam. “A comissão vai contratar uma auditoria para ter uma segurança da obra, ver se não teve sobrepreço e algum superfaturamento. Aquilo que for necessário para a conclusão, vamos fazer um esforço para o cidadão do Mato Grosso do Sul não pagar essa conta duas vezes”, justificou acrescentando exemplos do Hospital do Trauma e do Centro Belas Artes, paralisados há mais de duas décadas.

 

viaAquário do Pantanal custará mais R$ 80 milhões; obra chegará a R$ 324 milhões – Correio do Estado.

Aquário do Pantanal custará mais R$ 80 milhões; obra chegará a R$ 324 milhões