- Destaque - Destaque Principal Três Lagoas

Abordagem Social permite novas oportunidades para pessoal em situação de rua

O serviço feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social tem um papel importante na identificação e encaminhamento para acesso a direitos e à rede de proteção

A Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua “CENTRO POP”, Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro de Atendimento Psicosocial – Álcool e Drogas (CAPS – AD), Polícia Militar, Conselho Tutelar e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), iniciou nesta semana o Serviço de Abordagem Social, realizado nos espaços públicos com maior concentração de pessoas em situação de risco pessoal e social que podem estar associadas ao uso de drogas.

Deste modo, o serviço tem um papel importante na identificação dos territórios com maior concentração dessas situações de risco, por meio de aproximação gradativa, construção de relação de confiança e encaminhamentos para acesso a direitos e à rede de proteção.

PROCEDIMENTO

“Quando uma pessoa é encontrada em situação de rua, primeiro é feita uma triagem médica, logo após, passamos a fazer uma triagem social, entrando em contato com a família da pessoa para tentar um retorno ao convívio familiar. Se esse atendido não for morador de Três Lagoas, providenciamos passagem de ônibus para que volte para sua Cidade de origem”, comentou Mara Carrara, diretora da Assistência Social.

Além disso, através da Unidade de Acolhimento, a pessoa é encaminhada para a Casa do Trabalhador, para que possa conquistar uma vaga de emprego e passar a ser autônomo.

“Hoje, nenhuma Cidade pode alegar que não têm pessoas em situação de rua, pois a cada dia que encaminhamos um de volta ao convívio familiar e social, outro aparece. Buscamos a excelência, mas não é um trabalho fácil, muito menos rápido; haja vista que precisamos conquistar a confiança dessas pessoas e elas têm o livre arbítrio”, comentou Mara Carrara.

ACESSO DIRETO

Como acessar: 

Para acesso aos serviços, as pessoas podem ir diretamente ao CREAS ou CENTRO POP ou por meio de abordagem realizada nas ruas.

Acesso por encaminhamento:

Realizado pelos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS, Sistema Judiciário, Conselhos Tutelares, Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente, demais serviços da Rede de Assistência Social.

Fonte: Asc/PTL’s