Conheça:

(Foto: Divulgação).

Mesmo com problemas de acesso, 65 mil candidatos se inscreveram para o concurso da Polícia Civil que será realizado em Mato Grosso do Sul. Nesta terça-feira (11), o diretor da Fapems (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul), Alex Almeida, confirmou que as inscrições não serão prorrogadas.

O diretor da Fundação, garante que o site não ficou fora do ar, no entanto, admite que houve um pico de acesso que deixou o sistema lento na tarde de ontem, último dia para que os candidatos pudessem se inscrever. Segundo ele, o problema foi registrado entre às 14 e 15 horas dessa segunda-feira (10), quando foi normalizado.

"Nosso sistema não ficou fora do ar. Apresentou uma lentidão entre às 14 e 15 horas e o acesso foi normalizado. Não vamos prorrogar as inscrições porque os candidatos não foram prejudicados", justifica.

De acordo com registros da Fapems, 65 mil pessoas se inscreveram no concurso que oferece 210 vagas entre os cargos de delegado (a), agente de polícia judiciária e escrivão (a) e salários que chegam a R$ 14.978,26.

"Tivemos mais de 65 mil inscrições válidas. Não tenho como apurar o número de pagos. Demora até termos confirmação do pagamento porque o documento é de arrecadação do Estado", explica.

Reclamações

Na tarde de ontem houve várias pessoas relataram que tiveram problemas ao tentar fazer a inscrição no site. Alguns chegaram a afirmar que a dificuldade começou a ser apresentada no domingo (9).

O governo do Estado autorizou o concurso em abril deste ano. O edital foi publicado no dia 8 de junho e as inscrições foram encerradas às 17 horas de ontem.

(*) Mídia Max

Cotação do Dólar

Quem está Aqui!

Temos 30 visitantes e Nenhum membro online