Conheça:

Líder do governo, o deputado Rinaldo Modesto (direita) pediu apoio dos demais partidos, para votar o projeto, em regime de urgência (Foto: Victor Chileno/ALMS)

Os deputados aprovaram, em segunda votação, o projeto enviado pelo governo estadual, que tem a intenção de diminuir o tempo de espera, na emissão de documentos, como carteira de identidade e certidões de antecedentes criminais. A intenção é dar celeridade a este processo, em Mato Grosso do Sul.

Na prática, processo será mais ágil porque vai permitir aos peritos papiloscopista, a competência de supervisionar, coordenar, dirigir e orientar, assim como executar, quando houver necessidade, o atendimento ao público, podendo inclusive fazer a coleta de impressões digitais e de informações.

Por esta razão, o governo pretende diminuir o tempo de espera para a emissão das carteiras de identidade e certidões de antecedentes. Para isto, precisa do apoio e aval dos deputados estaduais, já que altera a redação da Lei Orgânica da Polícia Civil, de Mato Grosso do Sul.

Como o projeto passou pela segunda aprovação, agora segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), para se tornar lei estadual. A proposta foi votada nesta quinta-feira (18), em regime de urgência, após acordo das lideranças partidárias, inclusive contado com o apoio da oposição.

Cotação do Dólar

Quem está Aqui!

Temos 19 visitantes e Nenhum membro online