Conheça:

Primeira entrevista de Trump a jornalistas desde posse foi marcada por intervenções acaloradas

Ele convocou uma entrevista coletiva com jornalistas, a primeira depois de sua posse, com o objetivo de fazer um balanço do "progresso" alcançado no primeiro mês de governo.O encontro acabou pontuado por intervenções acaloradas do republicano em resposta aos questionamentos duros dos repórteres.

"Foi uma entrevista coletiva clássica do período de campanha de Trump. Em alguns momentos, estava combativo, divertido, na defensiva e jovial. Em várias ocasiões, o presidente desviou-se das perguntas até que finalmente voltou aos padrões normais", disse Anthony Zurcher, correspondente da BBC em Washington.

E embora seus críticos o tenham elogiado por se submeter ao interrogatório, houve quem viu no episódio uma estratégia para tirar a atenção do escândalo da demissão do assessor de segurança nacional (Michael Flynn) e dos supostos contatos de sua equipe de campanha com a Rússia.

Segundo Zurcher, na entrevista coletiva, que não estava prevista na agenda presidencial, o presidente americano tentou transmitir a mensagem de que estava trabalhando ativamente para cumprir suas promessas eleitorais e mostrar que o governo já opera como uma máquina "bem azeitada".

Mas, na realidade, Trump acabou dedicando mais tempo a criticar os meios de comunicação do que falar de seus planos de ação para o futuro. E houve momentos surpreendentes. Saiba quais foram eles.

 

Cotação do Dólar

Quem está Aqui!

Temos 8 visitantes e Nenhum membro online