Conheça:

capa-ciencia-e-tecnologia-672x372

A Fundação de apoio ao desenvolvimento do ensino, ciência e tecnologia de MS (Fapec) investiu maciçamente na formação e qualificação de recursos humanos neste ano de 2016. Com a função de conceder apoio financeiro e incentivar projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação relevantes para o desenvolvimento econômico, cultural e social de Mato Grosso do Sul, a fundação contemplou diversos pesquisadores vinculados a instituições de ensino e/ou pesquisa, públicas e privadas do Estado.

O professor Marcelo Augusto Santos Turine permaneceu a frente da Fundect de 2014 a novembro de 2016, quando deixou o cargo para assumir como Reitor da Universidade Federal (UFMS).

Pós-graduação

bolsas-fundect

 

Fundect ofereceu bolsas acadêmicas para pós graduação/ Foto: divulgação

Na área de mestrado acadêmico, a Fundect concedeu este ano 60 bolsas de estudo, com recurso de R$ 2,16 milhões aos pesquisadores. Para doutorado, o apoio na formação de recursos humanos foi de R$ 2,37 milhões, que financiaram 30 bolsas recomendadas pela Capes. Para apoio aos cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu, o governo liberou R$ 1,2 milhão proporcionando melhores oportunidades para os acadêmicos. Segundo a fundação, todos os valores são referentes a despesas de custeio dos pesquisadores.

????

 

Pesquisa no âmbito do sistema SUS/ Foto: divulgação

Houve ainda de forma inovadora, apoio aos programas de pesquisa e inovação no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS). O valor global de investimentos atingiu R$ 712,5 mil, com 21 projetos aprovados. Também o programa de Pós-Graduação Stricto Sensu – Doutorado interinstitucional (DINTER-ADM) aprovado pela CAPES, recebeu concessão de apoio financeiro para proporcionar melhores condições na formação de recursos humanos, na produção e no aprofundamento dos projetos de pesquisa.

Seleção Universal

Por meio da seleção universal para Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) de MS, a Fundect investiu R$ 1,5 milhão destinados a cobrir despesas de custeio e capital dos alunos. O objetivo principal é fortalecer os grupos de pesquisa e os programas de pós-graduação, contribuindo para o desenvolvimento criativo das estruturas do Estado.

Eventos Científicos, Tecnológicos e de Inovação

ciencia-e-tecnologia-99

 

Governo financiou eventos científicos/ Foto: divulgação

A fundação concedeu apoio financeiro para auxiliar e incentivar os pesquisadores mestres e doutores na organização e realização de eventos técnico-científicos. Ao todo foram aplicados R$ 500 mil para despesas de custeio, com o objetivo de fortalecer os grupos de pesquisa, a transferência de tecnologia e a inovação, além de debater temas estratégicos que representem significativa contribuição científica para o desenvolvimento do estado de Mato Grosso do Sul.

Estruturação e Gestão de Núcleos de Inovação Tecnológica

Com vistas ao desenvolvimento do estado, a Fundect investiu R$ 600 mil para apoiar à estruturação, gestão e criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica – NIT das Instituições de Ensino Superior (IES) e das Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICT).

Conforme o governo, o objetivo é fortalecer a Rede MS de Inovação a fim de contribuir para o desenvolvimento sustentável do Estado. Todo o recurso é aplicado de acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentários do Governo e contrato de gestão entre Secretaria de Cultura (Sectei), Fundect e Governo de Mato Grosso do Sul.

Apoio a Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica

Empresas receberam apoio por meio da incubadora tecnológica/ Foto: divulgação

 

Empresas receberam apoio por meio da incubadora tecnológica/ Foto: divulgação

Apoiar prospecção de novas empresas, por meio do processo de incubação e aceleração da graduação, também faz parte das políticas de incentivo do Governo do Estado. Com a iniciativa, a intenção é garantir melhor inserção no mercado de forma a possibilitar mais competitividade, retenção de talentos e geração de empregos de qualidade. Em 2016 forma financiadas propostas com recursos que chegaram a R$ 700 mil, com despesas de custeio.

Cooperação com Sefaz

O programa especial entre a Fundect e Secretaria Estadual de Fazenda, tem por objetivo firmar a cooperação institucional, com vistas ao fomento e a difusão de projetos de pesquisa, extensão e inovação, bem como programas de cunho científico-tecnológico nos âmbitos da Gestão Financeira e Orçamentária e de Fiscalização Fazendária no Estado. Todas as propostas são financiadas com recursos da secretaria, que em 2016 totalizaram R$ 318 mil.

Culturas de Soja e Milho

soja-e-milho

 

Pesquisas para melhorar qualidade dos grãos receberam incentivos/ Foto: divulgação

A Fundect lançou em 2016 um cadastro de propostas aprovadas pelo conselho gestor do Fundo para o Desenvolvimento das Culturas de Milho e Soja (Fundems) da Secretaria de Estado de Produção e Agricultura (Sepaf). O objetivo do programa foi apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica de inovação e extensão, mediante a avaliação de propostas. O valor global aplicado atingiu R$ 540 mil em recursos do Fundems.

 

Geopark Bodoquena-Pantanal

A seleção pública de projetos de pesquisa e inovação contemplou o Geopark Bodoquena –Pantanal. Com investimentos de R$ 600 mil a Fundect apoiou a execução de pesquisas a fim de promover a expansão e consolidação da Rede de Pesquisa do Geopark Bodoquena-Pantanal do Estado de Mato Grosso do Sul.

Museus

museus

 

Pesquisa em Museus de Ciência, Tecnologia e Inovação/ Foto: divulgação

Projetos de pesquisa em Museus de Ciência, Tecnologia e Inovação na área de Coleções Científicas Biológicas em Mato Grosso do Sul, também receberam incentivos. O intuito foi fortalecer espaços científico-culturais, como museus de CT&I (herbários, coleções de rochas, minerais, solos, paleontologia entre outros tema), visando promover a expansão e a melhoria de suas ações, com finalidade de aprimorar a difusão e popularização da cultura científico-tecnológica junto à sociedade do Estado de Mato Grosso do Sul e contribuir para a melhoria da qualidade do ensino das ciências. As propostas aprovadas receberam R$ 480 mil para despesas de custeio e capital.

Tecnologia da Informação em Sanidade Animal

Como estado que tem na criação de gado a geração de riquezas, o Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundect, apoiou projetos de inovação de instituições de ensino superior para promover a expansão e consolidação da rede de pesquisa em uso da tecnologia da informação em sanidade animal do Estado. A meta foi contribuir para a formação de recursos humanos e a produção de conhecimentos que promovam o desenvolvimento social e econômico sustentável com vistas à conservação e ao uso sustentável dos recursos naturais dos biomas Cerrado e Pantanal. O programa recebeu investimentos de R$ 600 mil.

Eventos

confap-fundect

 

Pesquisadores participaram do Confap/ Foto: divulgação

Entre os eventos apoiados pela Fundect estão a reunião do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), realizada em novembro, que reuniu presidentes e representantes das 26 fundações de pesquisa do país. O encontro promoveu a integração e troca de experiências entre as FAPs, reforçadas pelo workshop da Rede SIGFAP (Sistema de Informação e Gestão de Projetos para Fundação de Amparo à Pesquisa) e pela reunião dos assessores de comunicação das Fundações.

A Showtec realizada em janeiro no município de Maracaju, contou com a participação de 130 empresas e a exposição de 150 produtos tecnológicos voltados à atividade rural. O evento contou com a participação de mais de 15 mil pessoas.

Para promover a atividade científica, a Fapec promoveu a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Com a participação de 64 municípios e 317 instituições, é a terceira maior feira do país. Traz linguagem acessível à população, por meios inovadores, com objetivo de estimular a curiosidade, motivar a população e discutir as implicações sociais da ciência, além de aprofundar os conhecimentos sobre o tema. A feira foi realizada em outubro de 2016 e contou com a participação de 2 mil alunos de escolas públicas e particulares.corumbela

A assessoria de comunicação da Fundect lançou em 2016 mais duas edições da Revista Corumbella. O material totalmente produzido pela instituição tem como objetivo popularizar a linguagem científica, divulgando o trabalho dos pesquisadores de Mato Grosso do Sul.

Cotação do Dólar

Quem está Aqui!

Temos 14 visitantes e Nenhum membro online